Fevereiro 15, 2021
Do Reporter Popular
275 visualizações


A cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, restringiu a circulação de pessoas e de veículos pelas vias do município. A situação da saúde está próxima a um colapso, com ocupação total dos leitos de enfermaria e de UTI.

Na ultima sexta-feira, dia 12, o prefeito da cidade, Edinho Silva (PT), realizou uma live em seu perfil no facebook, confirmando a presença de duas variantes da covid-19 (as cepas de Manaus e a do Reino Unido) no município, e decretando o lockdown, restringindo as atividades econômicas e a circulação de pessoas, durante 15 dias.

O decreto tenta dar resposta à alta de contágios e à superlotação dos leitos de enfermaria (100%) e UTI (100%) em Araraquara, que hoje se avizinham do colapso. A medida autoriza apenas a circulação para trabalhadores/as dos serviços comerciais essenciais e para seus respectivos consumidores.

Nos últimos 13 dias, a cidade registrou 27 mortes por covid-19, sendo o mês de fevereiro o período com maior taxa de óbitos em decorrência da pandemia do coronavírus. Segundo o mapeamento realizado pelo Sismar (Sindicado dos Servidores Municipais de Araraquara e Região), a cada dois dias, três servidores/as da educação são contaminados em Araraquara,sendo que no ultimo dia 10 já se totalizavam 28 contaminados.

Com o novo decreto, na educação, apenas os cursos técnicos e superiores voltados à área de saúde possuem autorização para o exercício das aulas presenciais.

A fiscalização da medida fica a cargo da guarda civil municipal e de fiscais da prefeitura, que realizarão a orientação pelo isolamento social aos cidadãos.

*No momento em que se escreve essa nota, foi descartada a informação da circulação da cepa/variante do Reino Unido, apenas confirmando a circulação da cepa de Manaus, mantendo inalterado o decreto municipal.

Confira o decreto: araraquara-lockdown-12-fev-2021




Fonte: Reporterpopular.com.br