354 visualizações


«O inconsciente é o discurso do Outro.»

Jacques Lacan

A Rosa está oculta em teus cabelos,

Tua boca sensual é de romã.

Ligado a ti por crimes e desvelos,

Vou pensando na flauta do deus Pã.

 

Ligado a ti por crimes, risos belos,

O meu crime é só ser duma pagã.

Ligado a ti por praças, por castelos…

Tua boca de riso na manhã.

 

Tua boca que eu só hei-de beijar,

Por rosas, por caminhos sobre o mar,

Nas areias, nas dunas da Luzia…

 

Teus cabelos tão louros e tão doces…

Os teus lábios tão puros, tão precoces…

Amor, tu és a Rosa da Anarquia.

Lisboa, 31/ 03/ 1985

AMOR MAGISTER EST OPTIMUS

PAULO JORGE BRITO E ABREU




Fonte: Aideiablog.wordpress.com