Fevereiro 24, 2022
Do Passa Palavra
320 visualizações

Foi metalúrgico. Limpou chão de faculdade. Estudou Direito — não para ser advogado, pois (provocava) trabalhadores deviam saber defender-se em qualquer arena. Era só mais um companheiro, que sabia do Direito. Esteve em fábricas e garagens ocupadas. Lecionou para estudantes e lideranças operárias. Nunca saiu nas fotos. O câncer levou-lhe a vida. Em sua homenagem, num galpão recuperado por ferroviários, expuseram quadros que pintara. “Sempre nos falava”, disse um companheiro, “da importância de nos vincularmos primeiro como humanos, antes que operários”. Passa Palavra




Fonte: Passapalavra.info