242 visualizações


Em 24 de abril, aproximadamente 200 pessoas participaram de um protesto pela liberdade de Mumia Abu-Jamal no bairro de Neukölln, em Berlim. Organizações antirracistas como “Death in Custody” e “Migrantifa” ou organizações de apoio a prisioneiros como “Network for Political Prisoners”, “Gemeinschaftlicher Widerstand”, “Criminals For Freedom”, “Sabot”, “No129” e “Red Aid” expressaram seu apoio a Mumia e o que sua luta significa para eles e outros também. “VVN/BdA”, uma organização antifascista criada por sobreviventes dos campos de extermínio nazistas explicou porque Mumia é um membro honorário de sua organização. Organizações de bairro como “Karstadt-Initiative”, “Syndikat” e “Deutsche Wohnen Enteignen” relataram várias lutas contra a gentrificação e o que isso significa para a subsistência dos pobres em Berlim. Um prisioneiro foi ouvido sobre as condições desumanas em JVA Moabit por meio de uma gravação. Outra gravação foi tocada com Lina, que é perseguida na região alemã da Saxônia por suas atividades antifascistas. Músicos como Turgay, Müllsch, Yok, Mila Morgenstern e Esels Alptraum contribuíram com música ao vivo.

24 de abril de 2021 marcou o 67º aniversário de Mumia Abu-Jamal. Mumia está gravemente doente. Na segunda-feira desta semana, ele fez uma cirurgia cardíaca enquanto estava algemado a uma cama de hospital. Os manifestantes exigiram que ele fosse tratado de acordo com seus problemas de saúde em um centro médico, não na prisão, e que as algemas fossem removidas. No final das contas, Mumia precisa ser libertado por motivos humanitários porque está muito doente para continuar na prisão. Há apenas um mês, ele sobreviveu a uma infecção por Covid-19 e seu corpo está muito exausto.

No mesmo dia, protestos pela liberdade de Mumia ocorreram na Filadélfia, Washington DC, San Francisco / Oakland Bay Area, Cidade do México, Cayenne (Guiana Francesa), Paris, Viena e Londres. No início deste mês, as pessoas tomaram as ruas por Mumia em Hamburgo, Frankfurt e Amsterdam.

Moradores de Weisestr, onde o protesto de Berlim ocorreu, decoraram suas janelas com faixas de “Free Mumia”. Uma banca de informações forneceu cartões postais com os quais os participantes escreviam mensagens de apoio e melhoras para Mumia. A petição ao promotor Larry Krasner da Filadélfia estava disponível online na barraca e muitos assinaram.

Uma exposição sobre a versão moderna americana da escravidão, também conhecida como indústria da prisão, estava disponível e no final cerca de 50 manifestantes se juntaram para uma foto que enviaremos para Mumia.

LIBERTEM MUMIA – LIBERTEM TODOS!

>> Mais fotos: https://de.indymedia.org/node/147175

Tradução > Da Vinci

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/04/28/uruguay-liberdade-para-mumia-abu-jamal/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/04/16/eua-saiamos-a-rua-por-mumia-abu-jamal/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/12/18/eua-viva-mumia-abu-jamal/

agência de notícias anarquistas-ana

nadam no vento
como carpas douradas
folhas de bambu

Akatonbo




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org