Abril 15, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
295 visualizações


Doze réus são acusados de integrar célula terrorista que planejava atentados contra mesquitas e políticos. De acordo com promotoria, meta era “subverter a ordem política e social” da Alemanha.

Começou nesta terça-feira (13/04) em um tribunal na cidade de Stuttgart, no sul da Alemanha, o processo sobre o chamado “Grupo S”. Doze membros de círculos de extrema direita são acusados de formar e apoiar uma organização terrorista. Presos em fevereiro, eles teriam planejado atentados contra mesquitas, requerentes de refúgio e políticos com finalidade de provocar “situações similares a guerra civil”.

O grupo, batizado com o nome de seu suposto líder, Werner S., teria sido formado em setembro de 2019. De acordo com a promotoria, os oito membros fundadores tinham como meta “subverter a ordem política e social” da Alemanha.

Segundo a acusação, os extremistas de direita visavam principalmente muçulmanos. Além disso, teriam considerado usar de violência contra dissidentes políticos.

Um possível ataque ao prédio do Reichstag, sede do Bundestag, o Parlamento alemão, também teria sido cogitado pelo grupo. Os réus teriam se reunido várias vezes pessoalmente e também através de aplicativos de mensagem e por telefone.

Segundo a mídia alemã, investigadores apuraram que pouco antes de ser preso, em fevereiro de 2020, Werner S. tentou comprar um fuzil de assalto Kalashnikov com 2 mil cartuchos de munição, uma metralhadora e granadas de mão. Os supostos terroristas de direita já teriam adquirido 27 armas.

Fonte: agências de notícias

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/03/16/alemanha-afd-de-partido-contra-o-euro-as-ligacoes-ao-neonazismo/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/07/09/alemanha-grupo-neonazista-freie-krafte-prignitz-planejava-ataques-de-odio-e-vigiava-autoridades/

agência de notícias anarquistas-ana

a folha tomba
no meu ombro
outono

Alexandre Brito




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org