Setembro 19, 2021
Do Reporter Popular
347 visualizações


No dia 18 de setembro, a Resistência Popular Vale dos Sinos junto ao Coletivo Carolina de Jesus organizou em São Leopoldo o cine-debate “Os lanceiros negros e o massacre pela liberdade prometida”. A intenção foi marcar com presença e palavras a memória do Massacre dos Porongos, as vésperas do feriado de 20 de setembro e seu significado.

Através da coletividade, ambos grupos organizadores da atividade buscaram relembrar e condenar este acontecimento histórico que, infelizmente e em alguns casos, é celebrado e romantizado, tendo interpretações forjadas por interesses dos mesmos estancieiros que outrora participaram de uma traição típica dos racistas e escravagistas do início do século XX.

O Coletivo Carolina de Jesus é situado na Rua Cora Coralina, nº 1145, bairro Padre Orestes/Vila Brás, em São Leopoldo. Trata-se de um espaço auto-gerido por grupos que têm o interesse comum em pensar e propor ações à comunidade e junto dela. Siga o Coletivo nas redes sociais (Instagram e Facebook) para entrar em contato ou aderir as formas de apoio à gestão dessa ação.




Fonte: Reporterpopular.com.br