Novembro 9, 2020
Do Reporter Popular
216 visualizações


Neste domingo à tarde (8/11), muitas mulheres organizadas ou não em coletivos feministas, indivíduos LGBT+QI, homens, e demais grupos políticos coloriram a praça Dante Alighieri, em Caxias do Sul, com bandeiras que destoavam de bandeiras com números de candidatos e partidos próximos ao local.

O objetivo foi único: exigir justiça para Mariana Ferrer. Aos gritos de “estado violador”, “não existe estupro culposo”, e outros, incluindo cartazes e faixas que demonstravam o descontentamento e a indignação sobre o julgamento do estupro de Mariana, que aconteceu em Florianópolis, na semana decorrente, em que o veredicto praticamente absolveu o violador, numa pantomima jurídica criando o precedente inconstitucional do “estupro culposo”.

O ato iniciou às 15h30min e, em seguida, os manifestantes saíram em caminhada pela rua lateral da praça em direção ao Fórum de Justiça de Caxias do Sul. Houve intervenções de fala de mulheres organizadoras da manifestação e a reprodução de um áudio com trechos do julgamento de Mari Ferrer – situação em que ocorre um verdadeiro assédio moral do Juiz do caso sobre a própria vítima.

Alguns cartazes foram deixados no local exigindo justiça para Mari Ferrer, o fim da cultura do estupro e o fim da violência contra a mulher.




Fonte: Reporterpopular.com.br