Dezembro 10, 2020
Do Reporter Popular
266 visualizações


Desde o início da manhã desta quinta-feira (10), a Zona Norte de Porto Alegre viu uma movimentação diferente. Em cima da nova ponte do Guaíba, ocorria a inauguração da obra inacabada, com a presença do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro e outras autoridades. Enquanto isso, literalmente, embaixo da ponte, famílias das Areia, Tio Zeca e Cobal se organizavam para um protesto em defesa de suas casas.

Moradoras e moradores se reuniram na rótula, em frente nova Ponte do Guaíba, com faixas reivindicando moradia digna: “1,2,3, 4, 5, mil… queremos moradia para o povo do Brasil” – gritavam os manifestantes. A manifestação foi organizada pelas comunidades em conjunto com a Resistência Popular Comunitária e a Campanha de Luta por Vida Digna, também contou com a presença do Movimento de Luta nos Bairros Vilas e Favelas (MLB), da Frente Quilombola e do Fórum do Quarto Distrito. 

A cerimônia de inauguração contou com a presença de Bolsonaro, do governador Eduardo Leite, do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, do prefeito Nelson Marchezan, do prefeito eleito Sebastião Melo, entre outras autoridades, a maioria não utilizava máscaras. Bolsonaro falou por cerca de 15 minutos sobre vários assuntos, chegando a afirmar que estamos no “finalzinho” da pandemia, mesmo com as mortes devido ao Coronavirus novamente em alta no Brasil. O detalhe que seria ignorado, não fosse a brava manifestação organizada pelas comunidades, é que a obra segue incompleta e necessita do reassentamento de cerca de 600 famílias para conclusão.

“Chega de enrolação, nós queremos nossas casas logo. O povo se revoltou e veio pra rua, porque chega de ficar em casa esperando que eles venham bater na nossa porta porque isso não vai acontecer.” disse uma moradora da comunidade no carro de som.

Mas a situação de indenização ou reassentamento se faz uma incerteza maior, já que o DNIT e demais órgãos competentes não não dão seguimento à audiência pública e aos processos necessários, a medida que a finalização das obras se aproxima.

Assista a reportagem do Repórter Popular, gravada no dia 6, com a comunidade da Vila Areia.




Fonte: Reporterpopular.com.br