Novembro 25, 2020
Do Passa Palavra
322 visualizações


Paulo Henrique,
Apenas para dar mais dados sobre a sua questão, veja o mapeamento cartográfico que o LabCidade fez sobre os votos no primeiro turno: http://www.labcidade.fau.usp.br/aprofundando-a-geografia-eleitoral-o-voto-no-primeiro-turno-em-sao-paulo/. Houve um aumento de votos inválidos (brancos e nulos) numa região de São Paulo de classe média, que junta “novos ricos” com a ascensão de frações de classe trabalhadora. Nesta mesma região (um arco entre a Zona Leste e a Zona Norte numa distância mediana em relação ao centro da cidade) os candidatos Arthur do Val Mamãe Falei e Márcio França tiveram seus melhores desempenhos. A pensar sobre “nova política” e sair um pouco da velha polarização junto ao PSDB, que está expressa no segundo turno agora com PSOL. Mais um detalhe interessante: as bordas da cidade concentraram votos na polarização Russomano/Tatto, a antiquíssima disputa PT/malufismo. Enfim, três dinâmicas aí para analisar.




Fonte: Passapalavra.info