Maio 31, 2021
Do Reporter Popular
333 visualizações


Campanha de Luta Por Vida Digna – RJ

No dia 29 de Maio, coletivos que compõem a Campanha de Luta por Vida Digna no Rio de Janeiro, juntaram-se às movimentações de cunho nacional contra o governo genocida de Jair Bolsonaro e companhia, por vacinação e por renda digna para todos e todas.

Ficar em casa não parece uma opção quando estamos sendo vítimas de uma necropolítica. Estamos morrendo de fome, nas filas de hospitais, em chacinas, por descaso e vítimas da pandemia e pelo lento ritmo da vacinação. Não que seja uma novidade, já que vivemos no sistema capitalista e num Estado que já nasceu inútil, porém o atual governo vem demonstrando diariamente sua enorme negligência e falta de sensibilidade para com a vida dos de baixo, mesmo meio a Covid-19 nossas vidas continuam sendo apenas números para os de cima.

Manifestação em Volta Redonda – RJ

A pandemia caiu como uma luva para que os ataques ganhassem proporções gigantescas. O número de desempregados ultrapassa os 14 milhões no Brasil, um recorde registrado pelo IBGE, uma taxa de mais de 14%, ainda tem os subutilizados, que ultrapassa os 33 milhões [1]. A reposta do governo a essa realidade é um mísero auxílio, de, no máximo, 375 reais, que, certamente, não leva em consideração os preços exorbitantes dos alimentos e dos gastos básicos para se ter uma vida digna.

Manifestação em Petrópolis – RJ

Além disso foi também no meio de uma pandemia que ocorreu a operação policial mais letal da história do estado do Rio de Janeiro, deixando 28 mortos no Jacarezinho, o que evidencia ainda mais o teor genocida desse governo e que a violência do Estado nunca nos dará uma trégua. Isso a despeito de fazer já um ano que o STF proibiu as operações policiais nas favelas do Rio, o que só demonstra também o estado de exceção em que vivemos, com os aparatos de repressão desrespeitando descaradamente a própria institucionalidade

Só com a pandemia mais de 450.000 vidas já foram perdidas no país. Quando levamos em consideração que a vacinação poderia estar muito mais avançada se o governo não fosse negacionista, o contexto torna-se ainda mais revoltante e inaceitável.

Manifestação na Capital do Rio de Janeiro

Nós do Movimento de Organização de Base – RJ (MOB), da Resistência Popular Estudantil – RJ (RPE), da Ação Comunitária da Zona Oeste (ACAZO) e do Mulheres Resistem – RJ (MR) tivemos quase meio milhão de motivos para estar nas ruas nesse sábado, em Volta Redonda, na Capital e em Petrópolis, ombro a ombro com nossa classe e intensificando a luta organizada e combativa. Cada vida ceifada pelos nossos inimigos, fortalecerá nossa revolta para romper com essa estrutura genocida.

Convocamos a todos e todas a conhecer a Campanha de Luta por Vida Digna e as organizações que a compõe no Rio de Janeiro.

LUTAR! CRIAR! PODER POPULAR!

[1] https://g1.globo.com/economia/noticia/2021/05/27/desemprego-atinge-147percent-no-1o-trimestre-diz-ibge.ghtml




Fonte: Reporterpopular.com.br