Março 18, 2021
Do Anarkio
199 visualizações


Carolina Peres era companheira do anarquista Juan Peres, e dessa união nasceu Ideal Peres, anarquista como os pais.

Ainda adolescente, Ideal começou a participar de diversos grupos anarquistas e fez parte do conselho editorial do informativo Libera… Amore Mio, do Centro de Estudos Libertários (CEL), grupo do Rio de Janeiro que, após sua morte, passa a se chamar Centro de Estudos Libertários Ideal Peres (CELIP).

Sua mãe Carolina fez parte em 1913 da União das Costureiras, Chapeleiras e Classes Anexas, junto com Elvira Boni e mais 6 companheiras. Elas foram presas diversas vezes por discursarem em assembleias e por publicarem manifestos libertários. Carolina também colaborou com grupos de teatro social do Centro de Cultura Social (CCS), grupo que funciona até hoje, na Vila Buarque, centro de São Paulo.

(do material Mulheres Anarquistas vol. 01, clique aqui para acessar)

Share this…
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterEmail this to someonePin on Pinterest0



Fonte: Anarkio.net