264 visualizações


Nossxs mortxs vivem em revolta

Logo fará 12 anos desde a morte do anárquico companheiro Mauricio Morales, tentando atacar a escola de gendarmeria com um explosivo.

Em sua memória e porque as razões são sempre mais do que suficientes e se destacam mais na apatia pandêmica, chamamos a nós mesmos para irrompermos em frente da prisão de San Miguel no dia 8 de maio.

Também lembramos dos 81 prisioneiros que morreram naquele lugar no incêndio de 8 de dezembro de 2010 e somos solidários com a Greve de Fome que diferentes companheirxs em distintas prisões de Santiago vêm levantando desde 22 de março.

A memória anárquica, a solidariedade, o apoio mútuo e o gosto por romper com a normalidade foram o alimento de nosso fogo e nosso guia. O terreno onde vive a Anarquia é a rua, por isso nosso apelo é de transbordar a virtualidade, não esperar nem “condições ótimas” nem permissões do Poder, pois existem restrições somente para aqueles que as respeitam.

Continuaremos a ser a pior peste negra.

Abraçamos todos aqueles que chegaram e deram vida à jornada, pedalando, pichando, gritando… e com você Mauri, continuamos a abraçar o kaos.

Nada acabou, tudo continua.

Até destruir o último bastião da sociedade penitenciária!

Mauricio Morales Presente!

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2019/07/17/chile-punki-mauri-presente-10-anos-da-morte-em-acao-de-mauricio-morales/

agência de notícias anarquistas-ana

Libélulas!
Dá saudades da terra natal
A cor deste muro.

Buson




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org