Maio 31, 2022
Do Reporter Popular
22 visualizações

Foto: Majo Campo/Jornal do Campus

Em sua 8ª carta aberta à comunidade, a direção e trabalhadoras/es da Escola de Aplicação da FEUSP, na Cidade Universitária, em São Paulo, denunciam a falta de professoras e professores concursados. No documento, a escola afirma que a situação se dá há anos: desde 2015 foram perdidos mais de 20 professores e funcionários.

Segundo a escola, algumas vagas foram preenchidas por professores temporários, porém os cargos são mais precários, e com jornada de apenas 12 horas semanais, o que não dá conta de garantir plenamente o ensino às e aos estudantes.

Nascida como Escola Experimental em 1958, a escola pública é ligada à Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, e atende os ensinos fundamental e médio.

Segundo a carta, a contratação de profissionais efetivos é uma necessidade urgente. A direção e funcionários pedem que a comunidade divulgue, e apoie a luta.

Leia o documento abaixo:

8ª CARTA ABERTA À COMUNIDADE EM DEFESA DA ESCOLA DE APLICAÇÃO DA FEUSP




Fonte: Reporterpopular.com.br