Abril 13, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
331 visualizações


Confirmamos que na quarta-feira 14 de abril de manhã cedo haverá um voo de deportação para a Albânia (Tirana) e Geórgia (Tblisi). Embora as batidas sejam em todo o Estado, o voo partirá de Madrid.

Este alerta não pretende assustar a população, mas pelo contrário, fornecer informações a todos os vizinhos para que eles possam agir e se organizar coletivamente. Por exemplo:

– Denunciar intensamente as batidas policiais que testemunham (como geralmente acontecem em espaços e meios de transporte públicos).

– Ser cuidadoso, aquelas pessoas em situação irregular com um processo de expulsão aberto ou com uma notificação prévia de expulsão, com as convocações à delegacia de polícia sem motivo aparente ou apenas para “assinar” (sendo acompanhado sempre que possível por um advogado, e de qualquer forma avisando alguém que conheçam para que possam estar atentos e possam reagir se necessário).

– Além disso, intensificando a campanha para as empresas que realizam deportações em voos macro (anteriormente operados pela Air Europa, atualmente Air Nostrum e Evelop – companhia aérea da Ávoris, divisão de viagens do Grupo Barceló), por mar (Transmediterrânea, Baleares e Algérie Ferrie) ou em linhas comerciais regulares (por exemplo, nos voos Air Maroc para Marrocos).

– Finalmente, divulgando a mensagem nas redes sociais, imprimindo o cartaz para fazer adesivos para o metrô, paradas, etc…

>> Para que estes alertas sirvam ao seu propósito – e não como uma ferramenta de medo – é importante que, se você divulgar estas informações, deixe claro em todos os canais o dia exato do voo, para que o alerta não continue a se espalhar após o voo em questão. Todas as informações atualizadas neste blog e no Twitter em @Stopdeportacion e através das hashtags #AlertaVuelo e #StopDeportación.

Fonte: https://www.briega.org/es/noticias/alerta-vuelo-deportacion-a-albania-georgia

Tradução > Liberto

agência de notícias anarquistas-ana

A chuva passou.
A noite um instante volta
A ser fim-de-tarde.

Paulo Franchetti




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org