Julho 19, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
385 visualizações


A primeira vez que visitei Cuba foi em meados dos anos 90, quando o regime ainda se encontrava no rescaldo do chamado “perodo especial”. Aps o colapso da Unio Sovitica, da qual dependia em grande parte economicamente, a ilha entrou em um perodo de profunda crise, agravada pelo aperto do bloqueio americano a partir de 1992. Em 2021, a populao, cansada de todo tipo de escassez, agravada pela crise sanitria mundial que vem sofrendo h um ano e meio, est tomando as ruas para exercer seu legtimo direito de protesto. Daz-Canel, sucessor no poder do regime totalitrio de Castro, negou sem vergonha a represso, mas, claro, exigiu a defesa da “revoluo” contra os “opositores”. Eu acho que nunca defendi o regime cubano, embora quando eu era (tambm) jovem eu ainda quisesse pensar que era algo diferente, no to sangrento e opressivo como outros sistemas comunistas da Europa Oriental, e que ainda havia alguma esperana de que ele se movesse em direo ao socialismo. No demorou muito para eu ficar desiludido e, se quisermos fazer uma crtica devastadora, podemos resumi-la na falta de liberdades, na ineficincia econmica do Estado e na total ausncia de gesto da sociedade civil em todas as reas da vida, apesar da propaganda do regime.

Sim, a retrica da Revoluo Cubana continuar a insistir em seu carter socialista e emancipatrio. Nunca houve a mnima dica disso, e tornar a revoluo subsidiria e dependente do “socialismo” sovitico na poca deveria ser um sinal gritante de fracasso (ou burla). Em Cuba pude observar a mesma explorao e as mesmas diferenas de classe que em qualquer sistema capitalista, juntamente com a opresso feroz de um regime totalitrio. A anlise to simples quanto que alguns cubanos puderam desfrutar de uma vida com acesso a todos os benefcios, enquanto a grande maioria viveu na escassez e continua a viver at hoje. Os cubanos foram reprimidos a tal ponto que a dependncia do turismo, agora inexistente devido pandemia, levou a um sistema de apartheid no qual eles no podiam desfrutar do conforto daqueles que visitavam a ilha. Sim, alguns dos que ainda defendem o regime aludem ao fato de que qualquer turista legitimado a julgar a tremenda pobreza da ilha sem levar em conta o bloqueio ianque ou as conquistas da revoluo. A evidncia do fracasso, incluindo o fracasso moral, demasiada e, sim, o embargo americano da ilha to criminoso quanto o bloqueio ao qual a classe dirigente cubana submete seu povo. Quanto s supostas conquistas, das quais qualquer sistema, por mais repressivo que seja, se vangloria, devemos nos perguntar a ns mesmos a garantia e o nvel dessas conquistas e a que preo.

J no incio de 2021, e diante das manifestaes pacficas do povo, o regime implementou regulamentos para proibir os comcios em um constante recuo em medidas autoritrias. Entretanto, ainda no h sinais de conduzir a revoluo para uma verdadeira democracia e um socialismo autenticamente emancipatrio. As nicas medidas parecem sustentar o estado de coisas e continuar a estabelecer um abismo entre a elite e o povo. verdade que h 15 anos, com o desaparecimento do punho de ferro de Fidel Castro de cena, algumas reformas foram realizadas, como o levantamento das proibies mais absurdas e a promoo da iniciativa privada na economia. por isso que algumas pessoas tentaram ver uma deriva do chamado socialismo, que nada mais do que capitalismo estatal, para um capitalismo privado compatvel com a ditadura, ao mesmo tempo em que permanece um sistema tremendamente autoritrio. Talvez, diante desta promoo da busca dos interesses prprios de cada indivduo, que no outra coisa seno o capitalismo, com a capacidade de se desenvolver em todos os tipos de regimes, sejam eles abertamente autoritrios ou sob o pretexto da democracia, estas manifestaes sejam uma esperana para a articulao de um movimento cooperativo e libertrio em direo a uma sociedade mais humana. Os libertrios cubanos, dos quais existem alguns, continuam trabalhando por uma sociedade auto-organizada, sem explorao, sem acumulao de recursos, sem imposies autoritrias e, claro, unidos pela solidariedade. No, no ser um idealista ingnuo, ser pragmtico sem deixar de lado a moralidade diante do horror dos sistemas elitistas nos quais continuamos a viver.

Juan Cspar

13 de julho de 2021

>> Foto:represso policial durante os protestos em Cuba

Fonte:https://exabruptospoliticos.wordpress.com/2021/07/13/cuba/

Traduo > Liberto

Contedos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/07/16/escrito-de-um-anarquista-cubano-depois-das-manifestacoes-em-cuba/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/07/15/eua-consideracoes-sobre-a-rebeliao-em-cuba/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/07/14/eua-declaracao-da-distro-cienfuegos-sobre-os-recentes-protestos-cubanos/

agncia de notcias anarquistas-ana

Primeira chuva de inverno
O macaco tambm quer
Uma capinha de palha.

Bash




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org