176 visualizações

Nas últimas décadas, a crítica à escola tradicional deu origem a inúmeros espaços educativos “alternativos” fora da escola pública — tida como inimiga da “liberdade” —, ao mesmo tempo em que nela foram introduzidas novas “práticas inovadoras”. Recusando-se a aceitar a dicotomia entre uma educação controlada pelo Estado capitalista e suas supostas rotas de fuga, o livro Las falsas alternativas revela o que se esconde sob a face amigável dessas propostas: seu caráter segregador, sua função privatizadora e as premissas liberais de seus pressupostos pedagógicos.

A centralidade da felicidade pessoal, o apelo às supostas capacidades inatas ou a irrefletida celebração do desejo e da autoeducação são alguns dos pilares teóricos de abordagens que utilizaram ideias e conceitos historicamente associados à tradição libertária para colocá-los a serviço do ultraliberalismo, onde a ideologia capitalista se esconde por trás do ideal de um naturalismo infantil sorridente.

Isso coloca as propostas contemporâneas que se reivindicam como parte da tradição anarquista diante de um problema político de primeira ordem e frente a dilemas que não são novos, como mostra Ani Pérez Rueda a partir de um rigoroso conhecimento histórico e teórico. Questões como a relação com as instituições escolares estaduais, o vínculo entre metodologias e conteúdos, os objetivos da educação, a complexidade do ideal de liberdade, o papel dos educadores são hoje tão ou mais importantes do que foram para os anarquistas durante o século XX, o que nos obriga a fazer uma pergunta crucial: o que tem permitido que pedagogias “alternativas” usem abordagens libertárias sem aparente contradição?

Falsas alternativas é (e tem sido, antes mesmo de ser o livro que agora tens nas mãos) uma das críticas mais enriquecedoramente controversas aos conflitos que atravessam hoje a relação entre educação e emancipação social.

Ani Perez Rueda (Madrid, 1986) Doutora em Educação pela Universidade Autônoma de Madrid, militante, tem participado em diferentes espaços dentro dos movimentos sociais e do movimento libertário. Nos últimos anos escreveu a tese de doutoramento que deu origem a este livro e motivou muitas palestras e debates.

Las falsas alternativas: Pedagogia libertária y nueva educación.

Ani Perez Rueda

Prefácio de Marina Garces

17 Euros

288 páginas (14 x 21 cm)

978-84-17870-12-6

víruseditorial.net

Tradução > Mauricio Knup

agência de notícias anarquistas-ana

Só o Ipê vê, pasmo,
o tremor suado — orgasmo —,
borboleta treme e passa.

Alckmar Luiz dos Santos



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org