364 visualizações


As memórias que o leitor tem entre suas mãos foram em seu dia resgatadas do fogo e, em consequência, do esquecimento. Representa, em partes iguais, a vontade premeditada de difundir uma experiência e, ao mesmo tempo, uma condensação de inquietudes que seu autor às vezes não pode controlar. Sua vigência, no entanto, explica o interesse desta edição em trazer à luz a vida de um incansável personagem de ação, um idealista, como ele mesmo chegou a se definir, cujo objetivo foi sempre a luta pela dignidade humana. Seu testemunho é incisivo e problemático, mas historicamente eloquente e relevante. Algumas vidas parecem ser concebidas para estar nos lugares chave nos momentos propícios, essa é a percepção que nos acompanhará ao longo de toda a leitura. Tòfol Pons encarna a figura do ilhéu que se desvinculou dos tópicos costumbristas e exóticos para converter-se em uma referência distinta que nos recorda que existiu também outra Ilha. Seu mundo foi como o nosso, um cenário suscetível de ser problematizado e desconstruído, sua experiência nos oferece a possibilidade de atualizar o passado e tencionar nossa história.

Memorias de una anarquista. Vol 1. (1907-1936)

Cristòfol PonsTortella

Calumnia Edicions, Collecció Tempus Ago, 9. Mallorca 2021

312 págs. Rústica 18×13 cm

ISBN 9788412329445

10,00 €

calumnia-edicions.net

agência de notícias anarquistas-ana

Com o vento frio percebo:
Semanas e semanas
Sem ouvir insetos.

Paulo Franchetti




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org