Fevereiro 9, 2022
Do Agencia De Noticias Anarquistas
246 visualizações

A seguir, relatório da Tequesta Black Star sobre antifascistas que se opunham ao recente comício neonazista na chamada Orlando.

Os antifascistas resistiram à presença do Movimento Nacional Socialista (NSM, sua sigla em inglês) em duas instâncias distintas na região de Orlando, contra-protestando e redecorando os locais em que se reuniam.

Em 29 de janeiro, 15-20 neonazistas representando o Movimento Nacional Socialista realizaram um comício no Waterford Lakes Town Center, entre eles Burt Colucci, o atual líder do NSM e Eddie McBride. A multidão de fascistas agitou bandeiras e faixas nazistas, atacou os transeuntes e acossou as pessoas que os gravaram.

25 antifascistas locais chegaram então prontamente à cena, rompendo a reunião fascista com ovos e pedras, forçando-os a se dispersar. Após a dispersão do comício do NSM, os locais acharam por bem redecorar o local com adesivos e tags antifascistas, segundo um relatório da Frente Revolucionária Abolicionista de Miami.

O mesmo grupo de fascistas ressurgiu no dia 30 na rodovia I-4, também em Orlando, colocando uma bandeira suástica e duas faixas dizendo “Vax the Jews” e “Let’s Go Branon”, um slogan de direita erroneamente escrito.

Anarquistas e antifascistas locais chegaram à cena novamente, mas não conseguiram encerrar a manifestação de extrema direita devido a uma presença maciça da polícia para proteger o NSM.

Fonte: https://itsgoingdown.org/orlando-report-back-nsm-rally/

Tradução > dezorta

agência de notícias anarquistas-ana

Não esqueças nunca
o gosto solitário
do orvalho

Matsuo Bashô



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org