358 visualizações


“Não há nada tão completo quanto um coração partido remendando o mundo como judeus/judias anarquistas”

“Um poema e uma nota de amor, uma canção de oração e um protesto, uma tentativa de consertar um mundo em chamas com o melhor das tradições judaicas, anarquistas e anarquistas judaicas.” – Dan Berger, autor de Captive Nation: Black Prison Organizing in the Civil Rights Era

Por meio de histórias ao mesmo tempo poéticas e comoventes, Não há nada tão completo quanto um coração partido oferece um elixir poderoso para todes que se rebelam contra a violência sistêmica e a injustiça. A renovação contemporânea do anarquismo judaico baseia-se em uma história de sofrimento, que vai desde a escravidão e o deslocamento até o nacionalismo branco e o genocídio. No entanto, também extrai da resistência, força, imaginação e humor ancestrais – todas as qualidades e sabedoria, extremamente necessárias hoje. Esses ensaios, muitos escritos a partir de perspectivas feministas e queer, viajam em traumas passados ​​e contemporâneos de maneiras que são humanizantes e curativas. Eles constroem pontes do luto agridoce para a rebelião e a alegria. E por meio de ilustrações concretas de como anarquistas judeus e judias amorosamente transformam seus próprios rituais, práticas culturais e políticas, que iluminam claramente o caminho para consertar a nós mesmos e ao mundo.

Cindy Milstein é autora de Anarchism and Its Aspirations; e editora das antologias Taking Sides: Revolutionary Solidarity and the Poverty of LiberalismRebellious Mourning: The Collective Work of GriefDeciding for Ourselves: The Promise of Direct Democracy.

Mais louvor para There Is Nothing So Whole as a Broken Heart:

Não há nada tão completo quanto um coração partido é um kadish de tirar o fôlego para todes que vivem a visão revolucionária que radicais judias e judeus sonharam ser possível. Isso leva ao cerne de uma tradição que devemos redescobrir, uma história que é simultaneamente particular e universal: nós podemos sobreviver se fizermos isso juntes.” – Shane Burley, autora de Why We Fight: Essays on Fascism, Resistance, and Surviving the Apocalypse

“Neste momento de ressurgimento do fascismo e do autoritarismo, a relação fundamental entre o anti-semitismo e a anti-negritude é mais nítida e aparente do que nunca. A vibração desta coleção articula não apenas uma base para a solidariedade em lutas compartilhadas contra a supremacia branca, mas também os vastos imaginários e potencial de fazer mundo na diversidade da expressão cultural judaica e pensamento radical – especificamente anarquista. Como uma anarquista negra, eu não poderia estar mais grata pela generosidade, vulnerabilidades e amor feroz e inabalável pela humanidade compartilhados nestas páginas.” – Zoé Samudzi, co-autora de As Black as Resistance: Finding the Conditions for Liberation

“Os textos aqui reunidos são marcantes por sua riqueza literária e abertura emocional, despertando dor e consolo, percepções e outras questões… Uma experiência de leitura altamente gratificante que irá agradar muito além da interseção judeu-arquista.” – Uri Gordon, co-editor do The Routledge Handbook of Radical Politics

Não há nada tão completo quanto um coração partido oferece um novo arquivo ardente do anarquismo judaico. Essas vozes expandem uma tradição desafiadora: falam da perturbação do cuidado, do trabalho de luto e dos prazeres da sobrevivência. Conforme o fascismo e o anti-semitismo aumentam, esses poetas, rabinos e organizadores buscam urgentemente outro mundo através deste.” – AE Torres, autor de Horizons Blossom, Borders Vanish: Anarchism and Yiddish Literature

“Este livro pergunta como as gerações modernas de anarquistas judeus e judias estão lutando contra o fascismo crescente, a supremacia branca e o anti-semitismo, e levanta as ferramentas culturais específicas que trazemos para o trabalho de reparar (ou talvez reimaginar) o mundo em constante mudança. Hoje o livro é um espelho; amanhã, uma nova janela para o arquivo dos anarquistas judeus ao longo da história.” – Ezra Berkley Nepon, autora de Justice, Justice Shall You Pursue: A History of New Jewish Agenda

“Como o pensamento e a organização judaica esquerdista hoje testemunham um ressurgimento, esta coleção fornece um importante documento de sua corrente anarquista.” – Treyf Podcast

There Is Nothing So Whole as a Broken Heart Mending the World as Jewish Anarchists

Cindy Milstein

Editora: AK Press

ISBN-13: 9781849353991

$14.25

akpress.org

Tradução > Bakira

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/03/01/eua-licoes-da-historia-medicos-judeus-anarquistas-cuidavam-de-imigrantes-na-filadelfia/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/06/24/eua-contra-a-colaboracao-uma-declaracao-aos-judeus-radicais-e-outros-cumplices-nas-ruas-durante-a-rebeliao-por-conta-de-george-floyd/

agência de notícias anarquistas-ana

Noite escura,
chuva fina esconde
a lua cheia.

Fabiano Vidal




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org