Outubro 1, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
346 visualizações


The Daily Progress (Charlottesville, VA) | 15 de setembro de 2021

Will Davis, de 29 anos, morreu na segunda-feira, 13 de setembro de 2021, como resultado de um acidente de pedestre/moto em sua cidade natal de Charlottesville. Ele deixa para trás sua mãe, Sarah Peaslee de Charlottesville; seu pai, Bill Davis e sua companheira, Millie Fife, do Condado de Fluvanna; seu irmão, Alex Davis e a companheira dele, Augie Fairchild, também de Charlottesville; e sua irmã, Emily Davis e o companheiro dela, Scott Ethier de Nova York; assim como numerosos amigos e entes queridos em todo o país.

Um espírito aventureiro desde cedo, Will atravessou os Estados Unidos muitas vezes visitando amigos e outros espíritos livres. Ele trabalhou e viveu em comunidades intencionais no Missouri e na Califórnia, apaixonou-se e viveu em Berlim, acampou em florestas e outras áreas naturais, mergulhou no estudo dos cogumelos e na agricultura regenerativa e, mais recentemente, estava desenvolvendo planos para combinar cogumelos e castanhas em barras alimentícias nutritivas.

Educado em casa, Will apareceu em várias produções teatrais locais quando criança. Artístico e musical, ele escreveu vários zines e ensinou a si mesmo violão, piano, ukelelele, e mais notavelmente usou um arco para tocar uma serra de mão.

Alegre, vivaz e engraçado, Will tinha uma natureza curiosa e atenciosa. Um buscador espiritual, ele se esforçava para agir com integridade e pensava profundamente em suas escolhas e relacionamentos.

Completamente apaixonado pela mãe terra, ele será colocado para descansar em uma floresta.

Uma nota de um amigo:

Will e eu nos encontramos brevemente em 2013 em minha primeira rápida visita à comunidade BBR no norte da Califórnia. Ele era um personagem memorável; amigável, acolhedor e dedicado ao ideal anarquista. É tão triste que o mundo esteja agora sem ele, pois ele era um homem com uma vontade profunda de fazer do mundo um lugar melhor. Gostaria de ter podido conhecê-lo mais, mas estou feliz por ter tido o privilégio de conhecê-lo, mesmo que apenas uma vez. Ele deixou uma marca em todos com quem se encontrou. Meu coração vai para sua família, amigos e todos no mundo que ele impactou através de seu coração bondoso, amor à natureza e espírito livre.

Tradução > solan4s

agência de notícias anarquistas-ana

Quietude no jardim –
O beija-flor descansa
na ponta do galho

Alvaro Posselt



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org