108 visualizações


A 29 de Janeiro, na Geórgia, os entregadores da plataforma espanhola Glovo (entrega de refeições) entraram em greve. As exigências diziam respeito às condições de trabalho, reconhecimento da sua profissão e salários. Tendo em conta a escala do movimento, a Glovo comprometeu-se a pagar bónus a partir de 10 de Fevereiro.

As organizações membros da Rede Sindical Internacional de Solidariedade e de Lutas saúdam os grevistas da Glovo, reafirmam a necessidade de coordenação internacional dos trabalhadores deste sector e disponibilizam os seus instrumentos e recursos sindicais aos trabalhadores.




Fonte: Laboursolidarity.org