Fevereiro 22, 2022
Do Agencia De Noticias Anarquistas
176 visualizações

Na terça-feira 08/02, às 19h, fui preso pelo esquadrão antiterrorista fora da casa de meu companheiro em Ano Polis. O motivo da minha acusação foi a prisão, naquela mesma manhã, de Thanos Xatziagkelou e Geórgia Voulgari, acusado de ter colocado um dispositivo incendiário na Fundação para a Reflexão Nacional e Religiosa. Fui levado à Direção Geral de Polícia em Tessalônica onde, algumas horas depois, fui informado que estava preso sob a acusação de pertencer à organização Ação Anarquista. Fiquei em custódia por dois dias, no porão da ΓΑΔΘ (Sede da Polícia de Tessalônica), na sexta-feira 11/02 fui interrogado e depois compareci perante o promotor, que me notificou de minha detenção preventiva.

Como estou diante de um julgamento que não é nada menos que ridículo contra mim, declaro-me inequívoca e categoricamente inocente de todas as acusações contra mim. Estou atualmente detido sem um fragmento de evidência que me ligue à participação ou a qualquer atividade da organização Ação Anarquista. Entre outras coisas, meu nome nunca foi mencionado nos arquivos da polícia antiterrorista. A única conexão que encontraram foi a casa que aluguei ao lado da loja que eu tinha com meus sócios, bem como ao lado da casa do meu companheiro (onde eu realmente vivia), que reservei como espaço para quarentena e recuperação da covid-19.

Estou fazendo um grande esforço para resistir a esta conspiração que foi criada para me privar de minha liberdade. Estou tentando manter minha mente alerta e clara de todos os pensamentos, para que eu possa resistir a esta injustiça que quer me estrangular. Estou tentando resistir a esta arbitrariedade que vê minha vida como um peão em um tabuleiro de xadrez invisível.

Contra aqueles que tomam as relações humanas e as usam como desejam e como lhes convém para compor um quebra-cabeça projetado por eles.

Vou conseguir.

Solidariedade com meu amigo, colega e companheiro Thanos Xatziagkelou e a companheira Georgia, que conheci há alguns dias no porão da ΓΑΔΘ (celas de detenção da Sede da Polícia de Tessalônica).

Panos Kalaitzis

Prisão de Korydallos

15/02/2022

Fonte: https://infernourbano.altervista.org/grecia-lettera-di-panos-kalaitzis-dalla-prigione-di-korydallos/

Tradução > Liberto

agência de notícias anarquistas-ana

De manhã, a brisa
encrespa o igarapé
e penteia as águas.

Anibal Beça



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org