161 visualizações

ENCONTRO – MARCHA EM SOLIDARIEDADE – SÁBADO, 9 DE ABRIL, 20 HORAS – ΕXΑRCHIA, ATENAS

LIBERDADE AO ANARQUISTA GIANNIS MICHAILIDIS – LUTA PELA LIBERDADE DE PRESOS POLÍTICOS

O detento anarquista Giannis Michailidis foi preso por mais de 8 anos e meio nas celas da democracia e passou 3 anos como fugitivo em dois períodos diferentes. Esse comprometimento constante com a luta anarquista, seu posicionamento irredutível frente aos carrascos da justiça burguesa, seu questionamento prático do mundo de poder e de legitimidade burgueses, colocou-o na mira dos mecanismos de repressão e do judiciário por anos.

Giannis foi processado com base em acusações forjadas de revolta de massa dos presos da Korydallos contra a repressão violenta do detento anarquista Dinos Giagtzoglou, em greve de fome na época.

Uma perseguição direcionada, sem qualquer evidência além de mensagens de texto em solidariedade, a todos os presos políticos da época para colocá-los sob um novo regime de sequestro, permissões descontinuadas, transferências de prisões rurais etc. Com o risco de prolongar seu tempo no cárcere e ser transferido das prisões rurais em que estava detido, Giannis escolheu a liberdade, escapando para o caminho da liberdade pelo qual lutou consistentemente e pagou um preço alto sua vida inteira.

Seguindo uma operação da polícia antiterrorista, foi detido com dois outros camaradas e levado sob custódia novamente, sendo condenado no julgamento do caso por expropriação bancária que cometeu durante o período em que estava foragido.

Como a lei permite que aconteça após uma fuga, o camarada uniu as sentenças enquanto pagava a pena da fuga por inteiro.

Então, sob as leis deles, deve ser solto após o fim de sua sentença; o Amfissa Judicial Council, através de uma série de interpretações arbitrárias e revanchismo, não apenas rejeitou o pedido de soltura de Gianni, como enfatizou o fato de que ele não demonstrou remorso por suas escolhas políticas.

Essa não é a primeira vez que o arrependimento foi o problema principal do Estado e de seus mecanismos para a liberdade de um anarquista ou comunista que não se arrepende. Essa não é a primeira vez que vemos o preconceito de classe da justiça burguesa se desdobrando em toda sua glória com as provocativas concessões de liberdade aos neonazistas do Aurora Dourada, a quebra de sentenças de prisão perpétua do assassino não-arrependido Korkoneas (o policial que matou A. Grigoropoulos), as provocativas exonerações dos oficiais corruptos deste sistema podre, acusados de todos os tipos de escândalos.

Experimentamos em nossa própria pele e sabemos muito bem que a justiça civil não é neutra. Como um mecanismo de dominação de classe, ela vê o mundo pela mesma ótica dos políticos, industriais, donos de navios, aparatos de mídia, CEOs de multinacionais e banqueiros. Pela ótica da exploração de classe, da violência de Estado contra aqueles que são sobras da produção capitalista, da vingança daqueles que se ergueram contra a riqueza e o poder.

Também sabemos que apenas através do fortalecimento e do desenvolvimento de um movimento de massa pela solidariedade aos presos políticos podemos esperar alcançar a vindicação de suas lutas. Sua libertação para que possamos todos e todas caminhar juntos nas ruas da resistência e da luta!

A Soltura Imediata do detento anarquista Giannis Michailidis é um marco nesse caminho de luta e queremos assegurar que daremos um basta no regime de cativeiro indeterminado imposto sobre ele pelo selo do Amfissa Judicial Council.

CONTRA TODO REGIME EXCEPCIONAL

LIBERDADE IMEDIATA DO ANARQUISTA GIANNIS MICHAILIDIS

SOLIDARIEDADE A TODOS OS PRESOS POLÍTICOS

Assembleia em Solidariedade aos Militantes Encarcerados, Fugitivos e Perseguidos

Fonte: https://athens.indymedia.org/post/1617699/

Tradução > Sky

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/02/06/grecia-anarquistas-sao-detidos-em-atenas/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2019/06/17/grecia-yiannis-michalidis-escapa-da-prisao/

agência de notícias anarquistas-ana

Ah, lua de outono —
Andando em volta do lago
Passei toda a noite.

Bashô



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org