Dezembro 22, 2020
Do Agencia De Noticias Anarquistas
208 visualizações


Temos que chamar as coisas por seu nome, os centros de acolhida de refugiades e migrantes na Grécia são lugares de miséria e barbárie. Ali se aglomera as pessoas nas condições mais adversas, os alimentos não são comestíveis, a limpeza e a higiene são impossíveis, faltam médicos e remédios, todos os dias gente é maltratada, golpeada e torturada pela polícia, às vezes até a morte. O inferno de Moria, iluminado por um breve instante pelas chamas que envolveram o campo, é só uma das muitas misérias espalhadas pelo território do estado grego, onde o valor da vida se extingue.

Tanto faz se chegaram à Grécia como migrantes ou como refugiades de guerra, as pessoas que se movem entre os campos, os centros de acolhida e a sociedade são as mesmas que trabalham sem seguro por umas poucas migalhas, no campo, na construção, como faxineiros e em outros trabalhos similares. São parte da classe trabalhadora multiétnica global que sofre ataques permanentes. É o dever do movimento obreiro e sindical da Europa fazer do fim de todas estas misérias uma prioridade. O capitalismo e os estados estão desatando guerras com o objetivo de obter cada vez maiores benefícios para os patrões, restringindo a liberdade de movimento das pessoas com a ajuda das leis e, portanto, criminalizando a migração previamente legal. Exploram permanentemente os migrantes e refugiades sem documentos que chegaram aos países ocidentais como mão de obra barata sem direito a voto e os encerram em campos miseráveis. Estas misérias de nossos dias são financiadas pela União Europeia, que ao mesmo tempo cria o marco legal para que os refugiades não saiam da Grécia.

Desde março de 2020, com o pretexto de uma pandemia, o estado grego fez vista grossa ante os migrantes dentro e fora dos centros de acolhida, já que supostamente estão trazendo enfermidades e propagando o coronavírus. O governo prende os refugiades em centros de acolhida, onde não se podem aplicar medidas de controle da infecção e não há acesso à atenção médica. As medidas de quarentena, que se prorrogaram até outubro, também estão transformando as instalações abertas em centros de detenção fechados de fato. A legalização da detenção de refugiades nestes bairros de lata prolonga o estado de emergência que lhes impuseram. Desde o novo Moria que está sendo construído em Kara Tepe em Lesbos até os campos de Amygdalesa, assim como os bairros atenienses de Eleaionas e Petrou Ralli, lutemos pela abolição dos campos, sejam instalações abertas ou fechadas. Este é nosso dever com nós mesmos, com nossa classe e com a humanidade.

Fazemos um chamado a todas as organizações anarcossindicalistas da Europa e do mundo para que se unam à luta pelo fechamento dos campos e outras instalações similares de acolhida de refugiades e migrantes. Eduquemos a todes os trabalhadores de nossos países sobre este crime de direitos humanos de nossos dias e organizemos eventos e manifestações. Falemos de coordenar um dia de ação mundial contra os campos. Lutemos contra as guerras e o racismo e até o fim de todas estas misérias.

Por um mundo de liberdade, igualdade e fraternidade!
O barco não está cheio!
Contra todos os campos!
Documentos para os migrantes, asilo para os refugiades!

EΣE · Greece
Eλευθεριακή Συνδικαλιστική Ενωση-Αθήνας

Fonte: https://www.icl-cit.org/we-will-celebrate-the-most-beautiful-feast-on-the-ruins-of-the-21st-centurys-greatest-hell/

Tradução > Sol de Abril

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/10/05/grecia-coloque-se-no-nosso-lugar-memorias-de-uma-jovem-escritora-do-acampamento-de-moria/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/09/21/grecia-incendio-devastador-varre-campo-de-refugiados-sirios-em-moria/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/09/17/grecia-video-moria-um-dia-vamos-pagar-por-isso-os-gritos-agonizantes-de-imigrantes-sendo-atacados-com-gas-lacrimogeneo-por-policiais-de-choque/

agência de notícias anarquistas-ana

O rio de verão —
Que alegria atravessá-lo
De sandálias à mão.

Buson




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org