Setembro 25, 2021
Do Passa Palavra
339 visualizações


Raul Campos Nascimento*

Há 10 meses em luta, trabalhadores se esforçam para manter de pé uma empresa mista que é a maior empregadora da cidade, e uma das maiores do Brasil, com 4.700 postos de trabalhdo e um grande leque de prestação de serviços que inclui a zeladoria da cidade, entre tantos outros serviços, como o controle de acesso e obras.

Um dos supostos motivos da extinção é que os serviços públicos da empresa seriam mais caros, e que empresas privadas fariam o mesmo trabalho com menor custo, afirmações essas feitas em entrevistas e vídeos que circulam na internet.

Vejamos por exemplo o que ele fala em um dos vídeos que circularam nas redes sociais.

“Hoje eu pago R$450 milhões (???) com essa empresa, …  R$330 eu faço uma zeladoria modelo na cidade.”

Coicidentemente, o estudo da Fipe encomendado pelo prefeito Guti por 2 MILHÕES DE REAIS, tenta confirmar o argumento de que empresas privadas fariam o mesmo que a Proguaru faz, mas mais barato.

Vejamos a conclusão do estudo do item 7.2 PRODUTIVIDADE E PREÇOS NO MERCADO, na página 31:

“Os resultados apresentados indicam que o custo que a prefeitura teria, caso contratasse no mercado os produtos e serviços realizados pela Proguaru, seria próximo a R$ a 164,7 milhões em 2019 e próximo a R$155,6 milhões em 2020. Vale dizer, a prefeitura de Guarulhos gastaria anualmente, pouco mais da metade dos valores transferidos à Proguaru para contratar, junto à iniciativa privada, os quantitativos de serviços oficialmente prestados e publicados.”

Percebam, o estudo da FIPE é ainda mais audaz que o prefeito GUTI, enquanto o Prefeito afirma que faria em 330 milhões a FIPE fala em R$164,7!

 

Cabe salientar que em 2019 a Proguaru custou R$296 milhões aos cofres público, bem longe dos R$ 450,00 milhões afirmado no vídeo.

E mais uma vez  Guti MENTE! E é muito fácil comprovar esta mentira, basta observar os valores que estão  sendo lançado nos pregões eletrônicos de contratação das empresas que irão substituir os serviços da Proguaru caso ela seja extinta.

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 335/21-DLC – Prestação de serviços de controle, operação e fiscalização de portaria com efetiva cobertura dos postos designados pela Secretaria de Educação

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 331/21-DLC – Prestação de serviços de controle, operação e fiscalização de portaria com efetiva cobertura dos postos designados pela Secretaria de Saúde.

Valor pago a Proguaru, corrigido para 2021:

R$ 48.374.976,11

Valor Estimado pela FIPE, corrigido para 2021:

R$ 30.767.322,00

Valor Estimado no Pregão:

R$ 72.593.533,68

Obs: Propostas vencedoras somadas:

R$ 60.447.614

Diferença de 12.072.637!

Cabe salientar que ambas as empresas não são  de Guarulhos, tendo como consequência imediata a fuga de recursos que com a Proguaru circula na cidade.

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 336/2021-DLC – Contratação de empresa especializada em execução de serviços essenciais e contínuos de varrição manual e varrição mecanizada.

Valor pago a Proguaru, corrigido para 2021:

R$ 34.443.460,10

Valor Estimado pela FIPE, corrigido para 2021: A FIPE não informa o valor de mercado deste serviço separadamente.

Valor Estimado no Pregão:

R$ 62.472.320,00

Ou seja o preço de venda dos serviços da empresa mista PROGUARU está abaixo do valor de mercado, e não acima, como afirma o estudo da FIPE e o prefeito, os valores dos pregões estão acima tanto do preço estimado da Proguaru, como do prometido pela FIPE.

E óbviamente já sabíamos isso, pois empresas públicas não precisam dar lucros e, por isso, têm sempre o preço mais em conta, diferente de empresas privadas, que tem como objetivo encher os cofres dos seus donos.

Como se não bastasse, Guti está superfaturando os serviços, onerando ainda mais os cofres públicos.

Fica difícil acreditar em algo do Prefeito com tantas mentiras.

Esse é mais um capítulo de ilegalidades e mentiras do Prefeito Guti. Podem escrever, uma hora ele cai. Ninguém se sustenta no poder praticando ilegalidaes e mentiras a todo tempo.

Se a extinção da PROGUARU se consumar, veremos com certeza que os gastos com os mesmos serviços que a Proguaru presta hoje passarão facilmente pelo dobro do valor atual e sem prontidão que oferecemos. Quem vai lucrar com isso?

Estamos assistindo em tempo real o assalto do patrimônio de Guarulhos, da dignidade dos trabalhadores e da Democracia. Se os trabalhadores e munícipes da cidade não conseguirem barrar essa atrocidade, ao menos está registrado na História essa estória abjeta da burguesia, que as próximas gerações saibam o que se passou por aqui.

Importante: Estamos em em Greve e em uma situação delicada, quem puder doar para o nosso fundo de greve será  de grande valia para continuarmos em luta.

PIX 11948160781

#EmDefesaDaProguaru

#ProguaruEmGreve

#ProguaruFica

#SomosTodosProguaru

#ForaGuti

* Raul Campos Nascimento é membro da comissão dos trabalhadores da Proguaru




Fonte: Passapalavra.info