Julho 26, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
356 visualizações


Militantes anarquistas da Holanda assumiram a autoria do ataque que aconteceu no 15 de julho contra uma garagem da polícia, na pequena cidade de Germent, na Holanda. A detonação do dispositivo explosivo-incendiário destruiu ao menos um carro e deixou outros dois seriamente danificados. Os veículos queimados foram encontrados por volta das 4 da madrugada.

O ataque foi assumido pelo grupo que se autodenomina Revolutionary Resistance (RR). Eles surgiram no começo do verão em Amsterdam, assumindo a detonação de outro artefato explosivo  no estacionamento de uma estação de polícia para imigrantes, em 2 de junho. O dispositivo usado foi “uma bomba relógio”. O ataque de Amsterdam foi descrito como uma “ação de solidariedade para devolver a violência ao Estado” e também que era “uma resposta à violência policial contra a classe trabalhadoras durante a pandemia do Covid-19.” De acordo com a declaração, esse é a terceira vez que a RR faz uso desse tipo de ação direta.

Lê-se na nota da RR sobre os ataques em Germent:

Em 5 de julho, por volta das 3h30, nós usamos uma bomba contra carros da polícia em Germent. Nós somos oprimidos, mas não nos vitimizamos, nós agimos, nós utilizamos nosso poder contra a repressão do Estado. Nesse mundo neoliberal, não existe segurança para o proletariado. Então vamos nos assegurar que também não exista lugar seguro para o Estado, nas grandes cidades, nas menores vilas.

Nós agimos em solidariedade com o proletariado sem documentação que está em greve de fome em Bruxelas, Bélgica. Como uma mão armada da classe trabalhadora, nós temos o dever de devolver a violência ao Estado. O proletariado em Bruxelas deve receber seus documentos. Nós chamamos nosso movimento á publicamente expressar mais solidariedade com eles.

O “proletariado sem documentos” mencionado anteriormente se refere aos mais de 200 imigrantes em greve de fome desde 23 de maio, protestando contra seus status de migração e a eminência de serem deportados. A greve de fome está acontecendo em uma igreja e dois prédios universitários. Alguns dos imigrantes vivem no país há mais de uma década, e o relatório especial das Nações Unidas sobre pobreza extrema e direitos humanos expressou sua preocupação com a situação.

Fonte: https://thewannabewonk.substack.com/p/police-motor-pool-firebombed-by-dutch

Tradução > 1984

agência de notícias anarquistas-ana

Agora é inverno
e no mundo uma só cor;
o som do vento.

Matsuo Bashô



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org