Julho 12, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
312 visualizações


Nossa sétima edição (incluindo o número 0) vê estas colunas voltarem, em muitos aspectos, ao nosso formato clássico. Há nove meses, o lançamento sem precedentes na forma de um jornal de parede (número 5) era parte de nossa necessidade de comunicação e proposta de um instrumento para quebrar, materialmente, o isolamento da casa pandêmica; uma folha de papel, um grito na parede para trespassar o silêncio do toque de recolher. Mas o projeto de “Vetriolo” sempre foi uma laboriosa semeadura de análises e provocações, sugestões e insights, o estudo e a compreensão do existente, contra o lugar-comum e a tola vanglória da ignorância, a fim de sua negação, sua superação destrutiva em um sentido revolucionário.

E assim voltamos a lidar com história e filosofia, economia e política, análise do presente e dissecação do futuro. A partir de nossa primeira página, que quer ser, em sua brevidade, um ataque imediato à política de Unidade Nacional – um conceito horrível para os internacionalistas.

O todo é, não dizemos resumido, mas aprofundado e ampliado por uma longa inserção de Silvio Bellico que vai desde a análise dos tempos históricos até aqueles que como dizem correm hoje, no contexto de uma firme convicção: os anarquistas de hoje e de amanhã devem necessariamente empreender o que ainda não aconteceu.

Convencidos de que o Estado, por mais que esteja em crise, não entrará em colapso sozinho, não adianta esperar, como o poeta, que sua morte seja anunciada junto com o boletim da Defesa Civil “às cinco da tarde”. “O resto foi morte e só morte, às cinco da noite”.

Sumário:

– Nosso internacionalismo. Contra a Unidade Nacional

– Fogo e Flegmas. Calor, humor e doenças

– Ciência e Estado

– Patricia de la Ville

– Economia da Miséria

– Para que não sejamos burros. Sobre a sentença de apelação do julgamento Scripta Manent

– Sante Pollastro e a violência revolucionária

– Histórias (por Alfredo Cospito)

Conteúdo do encarte “O que ainda não aconteceu”, de Silvio Bellico:

– Introdução

– A anarquia é… ou não é…

– Eu cambaleio mas não desisto: crise e colapso do Estado

– Crônicas do Estado na época do… capitalismo

– Onde havia grama há agora uma cidade… e vice versa

– A classe não é água

– Revolução crítica e crítica de revolução

– Nenhum abismo entre o indivíduo e a revolução

– Se a esperança é a última a morrer, a autoridade morrerá primeiro!

– Conclusões

Para pedidos de cópias: vetriolo@autistici.org

Uma cópia: 2,00 euros. Uma cópia, com encarte: 4,00 euros. Para distribuição, cinco cópias ou mais: 25% de desconto. Excluindo os custos de envio. Livre para pessoas presas.

Fonte: https://ilrovescio.info/2021/06/30/e-uscito-il-numero-6-del-giornale-anarchico-vetriolo/

Tradução > Liberto

agência de notícias anarquistas-ana

Mar de tormento
mar de sustento –
ai, triste sina

Eugénia Tabosa




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org