172 visualizações

Publicado originalmente em espanhol na região do Rio da Prata em 2014 por Tutía Ediciones, o livro “Nossa única proposta é o conflito” reúne uma série de discussões feitas nos últimos anos sobre a prática insurrecional anárquica. Como afirmam logo nas primeiras páginas, o contexto em que vivemos não é igual ao de quando se escreveram os textos que se tornaram clássicos no pensamento e na prática anarquista no atravessar dos séculos. É necessário mantermos permanentemente o esforço de repensar nossos modos de resistência já que as formas de governo do Estado e do capitalismo não param de se atualizar. Nesse sentido, é preciso estarmos sempre atentxs, pois, como dizem xs compas no livro, “assaltar uma carroça não é o mesmo que assaltar um carro blindado”.

Nosso objetivo em traduzir e difundir a publicação no território dominado pelo Estado brasileiro não é o de tomar o livro como um modelo ou como uma receita, até porque ele nem se dispõe a isso. Sabemos que o enfrentamento na guerra social se dá no local em que se vive, se luta com as armas existentes em cada terreno, se defende e se ataca com paus e pedras presentes ali, durante o combate. Portanto, não cabe em projetos ou modelos. Do contrário, quando se torna um programa pretensamente universal, se engessa, é sufocado e morre inofensivo.

O livro que trazemos aqui nos possibilita ampliar e fazer ecoar as análises levantadas enquanto se luta. Queremos manter nosso olhar afiado e nossa prática de tensão permanente não apenas contra o Estado e o capitalismo, mas contra o próprio princípio da autoridade”.

Contato: edicoes-insurrectas@riseup.net

tradução para o português:
edições insurrectas.
104 páginas.
coleção fúria sudaka,
2022.

agência de notícias anarquistas-ana

Noite de lua –
Subindo numa pedra,
Um grilo canta.

Chiyo-jo



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org