Junho 29, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
264 visualizações


S i n o p s e

“O livro ‘Ferrer, o Clero Romano e a educação laica‘ foi publicado em 1934, período bem posterior à morte de Francisco Ferrer, porém considerado a popularidade de Maria Lacerda de Moura entre os trabalhadores, possivelmente foi importante forma de aprofundar os conhecimentos de leitores interessados na educação racionalista. (…) Maria Lacerada destaca a relevância de Ferrer na educação popular e como um dos precursores da Escola Nova. A falta de reconhecimento de Ferrer seria explicada por ter abalado as estruturas de poder e desafiado a burguesia (…) Para a autora, Ferrer y Guardia é propositalmente ocultado entre os educadores e não é reconhecido entre os escolanovistas por representar uma ameaça, mas afirma que ele foi um ‘criador da Escola Nova'(…) Os textos de Maria Lacerda sobre Francisco Ferrer provavelmente foram importantes para um publico de leitores por homens e mulheres, maçons, livre pensadores, anticlericais, anarquistas e comunistas. Sua narrativa sobre Ferrer é informativa e elogiosa, mas indica divergências quando julga pertinente (…) Apresenta Ferrer como um educador que abalou as estruturas de poder do clero e da monarquia na Espanha (…)”

Ferrer, o Clero Romano e a educação laica

Autora: Maria Lacerda de Moura

Editora: CCS

Ano: 2021  

77 págs

R$ 18,00

ccssp.com.br/livrariaccs

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/06/28/lancamento-clero-e-fascismo-de-maria-lacerda-de-moura/

agência de notícias anarquistas-ana

Frescura:
os pés no muro
ao dormir a cesta

Matsuo Bashô




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org