168 visualizações


Há quase uma semana o Estado mantém encarcerado o tatuador Matheus Machado, preso na manifestação pelo Fora Bolsonaro do último sábado, dia 3 de julho, em São Paulo. Ele é o único manifestante que permanece detido, sob uma acusação sem provas.

O único argumento da polícia é que Matheus estava com o capacete de um segurança do metrô, enquanto vídeos comprovam que o próprio segurança perdeu o capacete ao tropeçar e cair sozinho. Uma prova de como o Estado passa por cima de qualquer regra para atacar as classes oprimidas, elegendo algumas pessoas para servirem de exemplo. Testemunhas dizem que ele foi preso por um policial infiltrado, todo de preto, e que os PMs disseram que prendê-lo seria uma “questão de honra”.

A prisão de Matheus é uma medida política que visa conter a revolta contra a situação gravíssima do nosso povo, em meio a 530 mil mortes pela covid-19, aumento do custo de vida, alto desemprego e fome batendo à porta de milhões de famílias, sob a conivência dos capitalistas e dos governantes.

Nos solidarizamos à família e amigos de Matheus, e exigimos sua soltura imediata!

LIBERTEM MATHEUS!
SOLIDARIEDADE A QUEM LUTA!

Coordenação Anarquista Brasileira




Fonte: Cabanarquista.org