Maio 19, 2021
Do Colectivo Libertario Evora
242 visualizações


Com textos de vários autores sob a coordenação de José Maria Carvalho Ferreira e João da Mata, e editado no Brasil pela editora Nau, o livro já foi apresentado em Portugal no dia 14 de maio, no Porto, na livraria-café Gato Vadio.

A partir do entrecruzamento de diversas áreas de conhecimento, este livro é uma articulação de forças para pensar o exercício da liberdade, no presente e na história. Nas palavras de Jorge Vasconcellos, professor da UFF e teórico ativista do Coletivo 28 de Maio, os textos aqui reunidos apresentam “questões que mobilizam, em uma perspectiva libertária, à Política, aos modos de vida, aos processos de subjetivação, às práticas de liberdade em nossa Atualidade, constituem-se, como dissemos, de um duplo modo: como livro e arma, como crítica e clínica…”

Aqui, você encontrará uma multiplicidade de análises sobre a anarquia e os anarquismos. Longe de esgotar a abrangência e importância do tema, ao longo dos 21 capítulos, o leitor é convidado a pensar junto as possibilidades de vida livre no presente.

Dividido em duas partes, a primeira – ‘Cultura Libertária’ – na qual há um esforço de pensamento conceitual-crítico em que vislumbramos desde uma alvissareira e urgente recusa à falaciosa e esperançosa ideia de utopia, tão cara ao otimismo político imobilizador, a necessários debates sobre como construir práticas anarquistas de educação, passando pela incontornável questão da representação política micro e macro societárias que hoje inundam desde as redes sociais aos bancos universitários.

Por sua vez, os organizadorxs/autorxs na segunda parte do Livro – ‘Narrativas Biográficas e Anarquia’ – articulam textos que nos apresentam um debate urgente, que pode ser lido por duas questões: como relacionar uma vida (não propriamente uma biografia) com as lutas políticas (libertárias) de nosso tempo? Ou ainda, formulando de outra maneira: como articular narrativas de vida e demandas minoritárias a contrapelo no tempo presente? Estes textos ao propor essas e muitas outras questões que mobilizam, em uma perspectiva libertária, a Política, aos modos de vida, aos processos de subjetivação, às práticas de liberdade em nossa Atualidade, no Brasil e em Portugal, constitui-se como de um duplo modo: como livro e arma, como crítica e clínica… ao nosso tempo presente e aos nossos (im)possíveis futuros”.

Sumário

Cultura Libertária

1- Dos equívocos existentes entre Anarquia e os Anarquismos, José Maria Carvalho Ferreira

2- As lutas anarquistas no presente como experiências, Acácio Augusto

3- Anarquismo da vida cotidiana e subjetividades libertárias, João da Mata

4- Anarquismo e Falência da Representação, Camila Jourdan

5- Anarquismo, Educação e Autoformação, Silvio Gallo

6- Educação libertária: desafios e caminhos de esperança, Ana Paula Morel e Rodrigo de Almeida Ferreira Luz Camera

7- Zonas libertárias: corpo e espaço sob a aura da resistência, Andre Bocchetti

8- Sob o signo da guerra: Proudhon e as relações internacionais, Thiago Rodrigues

9- Decrescimento e Anarquia: Articulações do decrescimento abrupto e da reinvenção do anarquismo, Jorge Leandro Rosa

10- Para a história de uma revista anarquista em Portugal, António Cândido Franco

11- A liberdade de ser livre: poesia e anarquia, Manuela Parreira da Silva

Narrativas Biográficas e Anarquia

12- A prática da liberdade em discurso direto: a voz de anarquistase libertários de todo o mundo na revista Utopia, Isabel Castro

13- António Pinto Quartin (1887-1970): ideário e vida, Paulo Eduardo Guimarães

14- Preâmbulo de entrevista a João Freire: pensador e organizador do anarquismo em Portugal, José Maria Carvalho Ferreira

15- Roberto Freire, um amante anarquista, Gustavo Ferreira Simões Gustavo Galo

16- Edgar Rodrigues, memorialista do Anarquismo, Carlos Augusto Addor

17- Há ordem oculta – contextos empoderadores, Isabel Rufino

18- Sobre heterotopias: reflexão sobre os espaços libertários em Belo Horizonte (uma homenagem a Brian), Lucas Carvalho de Aguiar Pereira Lu Cas

19- Trajetória intelectual do anarquista Jaime Cubero (1927-1998), Rogério Nascimento Nascimento

20- História de vida e memórias das práticas de liberdade: uma puta mulher, Amanda Calabria e Juniele Rabêlo de Almeida

21- Experimentações de vida universitária e mulheres libertárias, Lúcia Soares da Silva

Posfácio, José Maria Carvalho Ferreira




Fonte: Colectivolibertarioevora.wordpress.com