Outubro 22, 2020
Do ITHA-IATH
319 visualizações


Lívio Basevi Rosa. “O caso do estandarte makhnovista: do falso histórico ao mal-entendido”

O processo revolucionário na Ucrânia entre 1918 – 1921 conhecido como Makhnovitchina é reconhecido mundialmente pelo símbolo de um estandarte que apresenta uma caveira e os dizeres “Morte à todos aqueles que se interpõe no caminho da liberdade da classe trabalhadora”. Através do método arqueológico – analisando o objeto e seu contexto com a ajuda de fontes históricas assim como definindo a categoria simbólica – procuro demonstrar como em verdade este símbolo é produto de um falso histórico de intenção difamatória que converteu-se ao longo do tempo em um mal- entendido por parte do movimento anarquista internacional no esforço de resgatar e contar sua própria história.

* Baixe o artigo completo aqui: Lívio Basevi Rosa. “O caso do estandarte makhnovista: do falso histórico ao mal-entendido




Fonte: Ithanarquista.wordpress.com