Fevereiro 22, 2021
Do Federacao Autonoma Dos Trabalhadores
187 visualizações


Ocorreu na noite de ontem (20/02), em Goiânia, uma manifestação dos entregadores de aplicativos em resposta à agressão de um trabalhador pelo proprietário da cervejaria “Lado leste”, sem motivo algum. 

Os entregadores se reuniram na Praça Universitária, às 19h e – apesar da chuva – seguiram até as 20h30, com cerca de 100 aderentes. Os manifestantes se dirigiram até a sede da “Record TV”, onde ainda foram abordados por policiais que impediram a continuidade da manifestação.

Não é de hoje que ocorrem episódios de violência contra trabalhadores de tal categoria. 2020 foi marcado, constantemente por episódios de violência física e verbal a entregadores, tanto no Brasil como no exterior. 

Não nos esquecemos de Matheus Pires, vítima de violência verbal enquanto trabalhava em um condomínio paulista; não nos esquecemos de Elson, entregador vítima de racismo em Goiânia; não nos esquecemos de Matheus Fernandes, entregador agredido por policiais militares enquanto trabalhava em um shopping carioca. 

Não nos esquecemos de nenhum dos nossos que, além de expostos ao risco de contaminação pela COVID-19, trabalham por horas sem seguridade alguma, e são vítimas de humilhações daqueles que se acreditam “superiores”.

O recado está claro: é o povo pelo povo, mexeu com um, mexeu com todos. 




Fonte: Federacaoautonoma.wordpress.com