Março 10, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
400 visualizações


Um policial grego ficou ferido na cabeça na noite desta terça-feira (09/03) como resultado de um confronto ocorrido no subúrbio de Atenas durante uma manifestação de 5 mil pessoas contra a violência e os abusos policiais.

O distúrbio começou quando centenas de encapuzadas seguiram até a delegacia de Nea Smyrni, no subúrbio, onde um grupo de moradores foi agredido anteontem por policiais durante o controle do confinamento devido à pandemia. Os manifestantes lançaram pedras e coquetéis molotov contra a delegacia e incendiaram lixeiras. Policiais responderam com gás lacrimogêneo e jatos d’água.

Jornalistas foram atacados por manifestantes encapuzados e um policial que estava de moto ficou gravemente ferido na cabeça (foto) e foi levado para o hospital.

“Quem semeia ventos, colhe tempestades”

Tudo começou na tarde do último domingo, na praça Nea Smyrni, a cinco quilômetros do centro de Atenas, quando policiais abordaram famílias que haviam saído para fazer uma caminhada dominical na praça de Nea Smyrni e começaram a impor multas (300 euros por cabeça), apesar de as pessoas estarem usando máscaras. Quando outros moradores começaram a protestar, a polícia respondeu com violência. Enquanto os moradores corriam para ajudar as famílias, eles eram tratados como inimigos. Dezenas de policiais em motocicletas vieram reforçar os que já estavam lá e começaram a atacar a todos, perseguindo, espancando e prendendo 11 pessoas na praça e arredores. As imagens da violência policial viralizaram nas redes sociais.

agência de notícias anarquistas-ana

lavrando o campo
a nuvem imóvel
se foi

Buson




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org