Dezembro 2, 2020
Do Agencia De Noticias Anarquistas
389 visualizações


Por Marcolino Jeremias

No dia 25 de Setembro de 1928, após um grande comício, centenas de populares, especialmente estudantes, atacaram a sede do jornal fascista ‘Il Piccolo’ em São Paulo (SP), destruindo seus equipamentos.

A ação se deu após o fascista Luigi Freddi responder um artigo da anarquista brasileira Maria Lacerda de Moura, no jornal ‘Il Piccolo’. O artigo de Luigi Freddi foi escrito de maneira violenta, onde ameaçava a Maria Lacerda de Moura e questionava a honra da mulher brasileira, o que serviu de ponto de partida para o conflito.

Após o empastelamento do jornal fascista, parte da imprensa (especialmente a imprensa operária) iniciou uma furiosa campanha contra a ação do fascismo no Brasil.

Na imprensa da época lê-se: “É preciso que os brasileiros saibam que ‘Il Piccolo’ é o jornal de Mussolini em São Paulo”. “A ilustre escritora Maria Lacerda de Moura vítima da estupidez fascista do diretor de ‘Il Piccolo’”. “Os estudantes cariocas solidários com seus colegas de São Paulo”. “As manifestações continuarão enquanto não for expulso o insultador de Maria Lacerda de Moura”. “Reduziram à cinzas e cacos o jornal de Mussolini em São Paulo”. “Grande agitação nos círculos estudantis”. “Importante manifestação antifascista na Praça do Patriarca”. “Vários retratos do Duce arrebatados das paredes da redação e estraçalhados na rua pelo povo indignado”.

E por fim: “Se os ‘camisas pretas’ entendem que já somos colônia do Duce, bom é que saibam que ainda há por aqui muito ‘rabo de tatu’…”

Que os bravos exemplos do passado inspire o nosso presente e o nosso futuro. Viva a luta antifascista no Brasil e no mundo!!!

agência de notícias anarquistas-ana

No entardecer
O azul celeste
Manchado é pelo arranha-céu

Dalva Sanae Baba




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org