320 visualizações


Bom dia a todas e todos,

A data do bombardeio despótico da casa coletiva do MOVE em 13 de maio de 1985 pela prefeitura da Filadélfia está se aproximando. Relatórios recentes da imprensa revelam que os ataques do Estado contra o MOVE não param, pois há 36 anos vêm mostrando um nível inimaginável de depravação ao usar os ossos de seus familiares como experimentos em antropologia forense. 

Este mês, convidamos vocês para uma exibição virtual de dois excelentes documentários em homenagem às mulheres, homens, meninas e meninos do MOVE, que cometeram o crime imperdoável de viver em harmonia com a natureza e proteger todas as formas de vida. Respeitamos e apreciamos as e os integrantes da organização que nunca se curvaram enquanto continuam a lutar neste planeta, e também aqueles que foram mortos pelo Estado com balas ou fogo, ou após a morte, usados em pesquisas médicas neo-coloniais. Nosso total apoio vai para as demandas do MOVE por reparações e justiça, incluindo a libertação imediata de Mumia Abu-Jamal.

No domingo, 9 de maio, às 20h na página do FB Amigos de Mumia México, estaremos exibindo o documentário MOVE dos diretores Ryan McKenna e Ben Garry da Cohort Media, 2003, 55 minutos, Filadélfia. Narrado pelo estimado historiador Howard Zinn, o filme apresenta a fundação da organização MOVE no início dos anos 70 pelo coordenador John Africa, suas atividades anti-sistêmicas, os dois atos de guerra urbana contra a organização em 1978 e 1985, e seus prisioneiros políticos que passaram mais de 40 anos atrás das grades. Se você preferir assistir em outro momento, o documentário MOVE legendado em espanhol aparece no YouTube como La Historia de MOVE “35 años en movimiento”https://www.youtube.com/watch?v=KregIt7Y4As

Na quinta-feira, 13 de maio, às 20h, na página do FB Amigos de Mumia México, estaremos exibindo o documentário Ramona Africa. Insidethe Activist Studio, 2016, 136 minutos, NYC. Nesta entrevista com a proeminente porta-voz da organização MOVE, que agora está se recuperando de uma longa doença, ela conta suas primeiras lembranças pessoais de sua comunidade na Filadélfia, de como conheceu o MOVE, o primeiro ato de guerra contra eles em 8 de agosto de 1978, quando 9 homens e mulheres da organização foram presos, e sua experiência de sobreviver ao bombardeio e incêndio da casa do MOVE em 13 de maio de 1985, onde 11 pessoas foram assassinadas, incluindo 5 crianças. Se você preferir exibir o filme em um espaço comunitário, compartilhamos este link: https://archive.org/details/ramona-africa-inside-act

Nesses dias também estaremos divulgando informações atualizadas sobre a situação da família MOVE e, em particular, expressarmos nossa solidariedade com seu evento internacional que acontecerá na Filadélfia no sábado, 15 de maio.

Ona MOVE! Mexam-se!

amigosdemumiamx.blog

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/12/14/eua-a-familia-move-rejeita-o-pedido-de-desculpas-da-cidade-de-filadelfia-e-exige-a-libertacao-de-mumia-abu-jamal/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2017/03/09/eua-passados-32-anos-subsiste-o-legado-de-john-africa/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/08/20/eua-libertem-o-move-9-libertem-todos-os-prisioneiros-politicos/

agência de notícias anarquistas-ana

aceita
o vôo é o leito
da borboleta

Joca Reiners Terron




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org