Novembro 27, 2020
Do Agencia De Noticias Anarquistas
304 visualizações


No marco do Dia Internacional de Combate à violência contra a mulher, grupos feministas realizaram uma mega-marcha pelas ruas do Centro Histórico, com o objetivo de alcançar o Zócalo da capital.

Por volta das 12h00 do dia 25 de novembro, centenas de mulheres chegaram ao Monumento à Revolução carregando bandeiras, cartolinas e faixas contra o machismo, a repressão do governo, a violência contra as mulheres no local de trabalho e a impunidade para o feminicídio no país.

Antes da mobilização das mulheres, as autoridades da capital colocaram cercas em torno do perímetro dos principais locais históricos e culturais do Centro Histórico, tais como Bellas Artes, para evitar pichações e vandalismo dos edifícios.

Entretanto, por volta das 15h, grupos de anarquistas realizaram pichações, quebraram janelas e tentaram derrubar cercas em algumas propriedades governamentais e privadas.

Eles também atiraram fogos de artifício contra elementos da Secretaria de Segurança Cidadã (SSC) que estavam tentando evitar os tumultos.

Fonte: agências de notícias

agência de notícias anarquistas-ana

caminho de terra,
o mato à margem exala
perfumes silvestres

Zemaria Pinto




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org