206 visualizações


Não às aulas presenciais!

Enquanto batemos o número absurdo de 100 mil mortos pela Covid-19 no Brasil, 25 mil apenas no estado de São Paulo (um quarto do total nacional) e 10 mil na capital (um décimo), o governador João Dória e o prefeito Bruno Covas continuam a debater a volta às aulas presenciais!

E o buraco é ainda mais embaixo: os vereadores da cidade, em votação online, deliberaram a favor do retorno! Escondidos da pandemia em suas mansões, decidem que alunos, professores, funcionários e familiares se exponham ainda mais! É o cúmulo da hipocrisia.

E aqueles de quem os estudantes pensavam que podiam esperar alguma resistência mais uma vez abaixam a cabeça e fazem o horroroso papel de lacaios do governo. A UMES já simula, inclusive, como será a “volta responsável”, em total descaso e desrespeito com a vida e a educação. Isso ao mesmo tempo em que a UNE e outras “entidades estudantis”, tão presentes e ativas em épocas eleitorais, se escondem e nem tocam no assunto!

Reforçamos que a única saída para a pandemia é popular: o governo não se importa e não vai fazer nada além de piorar a situação. É hora de reforçar a solidariedade e o apoio mútuo entre o povo, de resistir às decisões autoritárias e genocidas e de aumentar cada vez mais nossa organização.

Não voltaremos às escolas, colégios e faculdades enquanto não estivermos seguros. Mais do que nunca, é hora de estarmos unidos. Só ganharemos essa luta se todos se engajarem. Professores, estudantes e funcionários: não retornem às aulas presenciais! Construir a greve em defesa da vida já!

“O povo tem a força, precisa descobrir. Se eles lá não fazem nada, faremos tudo daqui!”

#GrevePelaVida
#NãoAoRetorno




Fonte: Fobsp.noblogs.org