Junho 13, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
412 visualizações


Ktarse, rap da quebrada, combativo e anárquico! 

Beat: Leal Ktarse

Captação e pré-mixagem: Leal Ktarse

L e t r a

.

Preso político, Mumia Abu-Jamal / Afro americano jornalista radical / Revolucionário na luta contra o racismo / Pantera Negra insurgente, combativo 

 .

Nos anos sessenta denunciava as crueldades / A violência dos racistas covardes / Lutando ao lado dos empobrecidos / Combatendo o Estado e o capitalismo

.

Jornalista ativista, o pesadelo do algoz / A voz do gueto, a voz dos sem voz / Denunciador da violência da polícia / Das mazelas geradas pelos de cima 

.

Desde a adolescência esteve engajado / Na luta e resistência dos debaixo / Malcolm X foi sua inspiração / Na luta insurgente pela revolução

.

Estudante, amante dos livros / Conhecedor das raízes do racismo / Encantado com os Panteras Negras / Passou a integrar as suas fileiras

.

Ministro da comunicação no partido / Escritor contundente contra o imperialismo / Era ameaçado constantemente / Pela supremacia branca estadunidense

.

Mesmo sendo perseguido pelo FBI / Nunca desistiu de lutar e resistir / O sistema teme o poder do povo preto / Por isso injetam drogas e armas no gueto 

.

Para entorpecer nossa mente revolucionária / Vitória para o Estado é a juventude drogada / Encarcerada, massacrada, ignorante / Inofensiva para a classe dominante 

.

REFRÃO

.

Sobrevivendo atrás das grades / Quarenta anos de tortura no cárcere / Resistindo ao inferno prisional / Libertem Mumia Abu-Jamal 

.

II PARTE

.

Em mil novecentos e oitenta e um, vai vendo / Precisamente em nove de dezembro / Mumia Abu-Jamal se torna mais uma vítima / Da insana covardia, do sistema racista 

.

Foi preso por reagir contra a opressão / De um verme fardado que espancava seu irmão / Com brutalidade, ódio, fúria / Polícia raça do caralho, filhos da puta 

.

No meio da confusão, em meio à briga / Do tumulto causado pela porra da polícia / Múmia foi baleado pelo verme infame / Seu corpo desmaiado jorrava sangue 

.

Muitos gritos e disparos de armas de fogo / O verme fardado é encontrado morto / Segundo testemunhas um homem desconhecido / Se infiltrou na briga e disparou vários tiros 

.

Deu fuga do local tranquilamente / Sem que a polícia o prendesse / Diversas irregularidades no caso / Demonstra que Mumia poderia ser inocentado

.

Mais o tribunal burguês, racista e covarde / Condena Mumia a pena de morte / Uma demonstração de ódio e racismo / Essa é a engrenagem do capitalismo 

.

Punir e se vingar de quem não aceita / As injustiças e opressões do sistema / Mais o caso de Mumia Abu-Jamal / Ganha visibilidade a nível mundial 

.

Milhares de manifestantes pelo mundo / Fazem protesto contra o absurdo / Que foi o julgamento, a sentença de Mumia / A força das lutas, o povo nas ruas

.

Fazem protestos, campanhas, manifestação / Consegue adiar por várias vezes a execução / Ao longo de quase trinta anos de batalha / A pena de morte é revogada 

.

Mumia passa a cumprir prisão perpétua / As grades não aprisionam suas ideias / Um revolucionário, um sábio autêntico / Um Guerreiro sagaz do gueto 

.

Na prisão Mumia escreve vários livros / Denunciando as atrocidades do racismo / A opressão do Estado e do capitalismo / Sistema que mantém os privilégios dos ricos 

.

Mumia é mais um preso político / Sua prisão é um exemplo explico / De como a justiça burguesa é cruenta / Extremamente racista, atroz e violenta 

.

REFRÃO

.

Sobrevivendo atrás das grades / Quarenta anos de tortura no cárcere / Resistindo ao inferno prisional / Libertem Mumia Abu-Jamal 

.

III PARTE

.

Mumia, eles não querem apenas a sua morte / Eles querem que aceitemos a miséria e a fome / Querem que nos calemos diante a crueldade / Nos querem dóceis, pacíficos e covardes 

.

Eles querem que aceitemos com naturalidade / A violência e toda precariedade na comunidade / Eles querem que não enxerguemos de fato / Que o tráfico de drogas é um projeto macabro

.

Orquestrado pelos governantes e capitalistas / Que lucram com o crack e cocaína / Com as armas que circulam nos morros e favelas / São grandes negócios para os senhores da guerra 

.

Eles querem nos torturar no sistema carcerário / Querem nos encurralar em favelas e barracos / Eles querem nossa ruína e destruição / Querem que nossos filhos morram de inanição

.

Eles querem que a juventude entre nas gangues / Os poderosos lucram com o derramamento de sangue / Eles querem guerras, genocídio e carnificina / Pois esse é o mecanismo do sistema capitalista 

.

Eles querem massificar os pobres nos cárceres / Quanto mais presos maior a lucratividade / Esse é o sistema horrendo, covarde / Os crimes dos poderosos contra a humanidade

.

Nos prender em presídios é um projeto político / Para encobrir os crimes dos ricos / A única saída para acabar com a violência / É abolir as prisões e destruir o sistema

.

Como Mumia Abu-Jamal nos ensina / Nunca desistir da luta combativa / São quarenta anos de resistência no cárcere / Mumia não desiste da luta pela liberdade

.

Sua história de coragem, e vontade de viver / Demonstra que o sistema não pode nos deter / Suas palavras, seus escritos são lições / De luta contra as grades e prisões 

.

Contra os grilhões, cadeias e algemas / Contra os poderosos e sua soberba / Mumia seus sonhos de liberdade nos inspira / A combater o sistema na luta pela vida 

.

REFRÃO

.

Sobrevivendo atrás das grades / Quarenta anos de tortura no cárcere / Resistindo ao inferno prisional / Libertem Mumia Abu-Jamal 

>> Escute o som aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=iFCfqXL0PJ4

agência de notícias anarquistas-ana

Ah, lua de outono —
Andando em volta do lago
Passei toda a noite.

Bashô




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org