Fevereiro 5, 2021
Do Passa Palavra
261 visualizações


Por Caio Almendra

Para entender o que é um short squeeze, primeiro é necessário entender o que é “short” e “longo”.

Quando você compra uma ação, está apostando que ela irá subir. Isso é chamado de “long” ou comprado(tradução literal “longo”, dado a tendência do mercado de subir no longo prazo).

Do lado oposto, você pode estar “short”(curto) ou vendido. Vendido é quando você está apostando na queda da ação.

Mas como isso funciona? Bem, existe um tipo de título, chamado “opções”. Uma opção é um “contrato” entre duas pessoas pelo qual uma compra e outra vende no futuro.

O preço de exercício da opção é pré-fixado.

Uma parte ficará comprada(apostará na alta) e outra ficará vendida(apostará na baixa) mas nenhuma ação será comprada ou vendida no presente(apenas no futuro).

Vou dar um exemplo rápido.

Uma ação está 10 reais. A pessoa A compra de B uma opção que me permite comprar essa ação à 11 reais daqui a um mês.

Se a ação subir acima de 11 reais, eu lucrei. Se cair, eu tenho prejuízo(e B tem lucro).

É muito mais complexo que isso mas isso basta.

Acontece que estar vendido é muito mais inseguro. A ação tem que cair em um determinado prazo. A ação tende a subir. E você não colocou muito dinheiro no mercado, você não investiu. E o prejuízo é ilimitado, a ação pode subir pra sempre…

É a parte muito mais roleta da coisa.

Se uma ação que você está vendido começa a subir muito, você recebe uma “chamada de margem”. Que basicamente é a corretora e a bolsa dizendo “isso aqui vai dar um prejuízo monstruoso, você tem que colocar mais garantias nessa sua aposta”.

Bem, agora com todos elementos, o caso:

Lembram de uma cena de Capitã Marvel quando ela cai do espaço na terra, na década de 90? Ela cai entre duas empresas estereotipicamente década de 90: a falida Blockbuster e a GameStop.

Essa última é uma varejista de games. Um mercado em decadência, dado o streaming e a pandemia.

Um grande hedge fund, um fundo de investimento mais “ousado”/apostador, fez uma grande aposta na queda da GameStop.

Quem poderia derrubar uma aposta de um fundo de 13 bilhões de dólares como a Melvin Capital? Bem, um bando de nerd no Reddit.

Ao longo dessa semana, um post num subreddit sobre investimentos dizia “vamos nos juntar, comprar um bando de ação da GameStop, “short squeeze”(espremer a aposta vendida) da Melvin Capital?”

E o chamado foi atendido. Milhões de pessoas físicas foram comprando ações da GameStop.

Eram poucas ações que cada um comprou mas eram muitos compradores. Ao final, esse volume significou uma alta imensa das ações da empresa. Há seis dias, a ação estava 43 dólares. No recorde, bateu mais de 360.

E a Melvin Capital teve um prejuízo bilionário.

Mas, não é só uma bolha? Não exatamente.

Claro que quem comprar hoje pode com a euforia da brincadeira, está no risco de cair amanhã e tomar prejuízo. Mas diferente de uma bolha, havia um comprador garantido: a Melvin Capital.

A Melvin não tinha que comprar as ações pra bancar as opções que fizeram?

Então, elas agora teriam que comprar de um monte de redditor que inflaram o preço da ação.

Na prática, a Melvin bancou o lucro dos caras do Reddit.

Com o tempo, vários grandes investidores entraram na jogada, como os gêmeos Winklevoss e o Elon Musk.

Mas a maioria dos prejuízos foram de hedge funds e os lucros foram pros pequenos investidores.

E os Redditors disseram: faremos de novo, vamos falir os fundos todos.

Já começaram apostas similares na fábrica de de celulares BlackBerry e no canal de tv AMC.

A mensagem no Reddit era clara: esses fundos fodem a todos, fodam-se eles.

E a reação da comunidade de especuladores também é: “Reguladores, nos salvem da multidão furiosa!”.

O que os Redditors fizeram não é ilegal.

E como bem lembrando no Twitter, haviam mais opções sobre a GameStop em circulação do que ações da GameStop. Algo similar à cena da Selena Gomez no filme Big Short(A Grande Aposta): o casino virou maior que o mercado e virou nuclear.

Falando em Big Short, um dos ganhadores dessa história foi Michael Burry, o personagem interpretado por Christian Bale no filme.

Apesar de grande vencedor, ele está furioso com a possibilidade disso mexer na previsibilidade de mercado.

Ainda em referências audiovisuais, o episódio Short Squeeze da série Billions conta um caso similar, mas entre dois bilionários e não entre um fundo bilionários e um bando de maluco em um fórum online na internet.

Espero que vocês tenham se divertido. Eu liguei a Bloomberg e a CNBC pra ver um bando de bilionário sendo entrevistado aos prantos e isso fez minha manhã. Rs

A mensagem da história é “a burguesia é rica mas nós somos muitos”.

Se ela sair do mundo das pequenas economias da classe média e partir para o mundo do trabalho, a coisa dá ainda mais caldo.

Na Bloomberg, notícias de que alguns hedge funds podem, de fato, falir nos próximos dias. Possivelmente, terão que vender outras posições em ações para cobrir o buraco. O efeito cascata pode começar uma crise na bolsa.

Ação da Game Stop em 490 dólares.

Imprensa apelidou o caso de Rebelião do Reddit.

Cansei de ouvir comparações sobre como a Game Stop não pode ser mais valiosa que outras varejistas maiores e mais sustentáveis, como a Best Buy. Agora compara Tesla e GM, meu filho.

Ação da Game stop despencando. Parece que os grandes investidores começam a desmontar as posições.

Bem, isso aqui saiu de controle e meu twitter ficou uma loucura. Então, vale soltar correções e etc.

O objetivo desse fio foi ser didático e divertido. Está longe de ser uma recomendação ou notícia especializada.

O objetivo foi explicar pra leigos e acho que consegui.

Eu não exponho essa parte da minha vida mas eu tenho histórico de investidor. Especificamente, eu participei de três manias na década passada: a VARIG, os IPOS pré-2008 e os shorts da crise 2008.

Mexi um pouco na greve dos caminhoneiros. Mas não opero há muito tempo.

Esse fio tem vários erros. O mais evidente é que eu ia explicar o que era um short squeeze e esqueci. Simplesmente não está lá, apesar de estar preparado o tema. Também ia explicar gamma squeeze.

O objetivo era ser didático, divertido e ajudar vocês a digerirem a notícia.

Tem uma questão terminológica mais complicada aí sobre o termo “short”.

No coloquial, ele significa estar apostando na baixa. Isso pode ser feito de ao menos três formas e uma delas se chama “short”.

Para apostar na baixa, você pode emitir e vender uma opção CALL, comprar uma opção PUT ou alugar e vender uma ação. Essa última fo na de operação é chamada e “short” mas quando alguém diz “eu estou short na ação X”, engloba qualquer das três alternativas.

Eu expliquei como apostar na baixa via opções. Porque é a forma mais simples de explicar. E mesmo assim não ficou exatamente simples.

Está incorreto mesmo.

Agora, fica a questão: qual das formas aconteceu?

Bem, um misto de tudi. Haviam mais puts que ações GME. Haviam aluguéis que tomaram chamadas de margem.

Havia um esforço concentrado de baixar a ação por parte dos hedge funds e um de subir a ação por Redditors e outros investidores. Vocês entenderam isso e essa é a história.

O certo era simplesmente dizer ‘os fundos se aproveitaram de distintas operações para apostar na baixa’. O que é um grande não-explicar.

Ou pormenorizar tudo. O que seria pouco didático para o Twitter.

A opção foi fazer incorreto mas digerível. Deu certo.

Esperar desse fio com esse declarado objetivo a precisão terminológica de uma apostila de investidor é só ser mala mesmo.

Mas se existe uma coisa a se apostar na humanidade não é na GameStop, é na chatice humana.




Fonte: Passapalavra.info