Fevereiro 19, 2021
Do Passa Palavra
373 visualizações


Numa escola particular da cidade de São Paulo, daquelas em que a mensalidade gira em torno de três mil reais, a mãe de um aluno que fora reprovado exige ao coordenador uma reunião com a dona da escola, já que o mesmo garantia não haver qualquer meio de aprovar o aluno. Na reunião, a dona da escola lhe disse as mesmas coisas já ditas anteriormente pelo coordenador. Foi então que ela teve de ouvir da mãe do aluno, aos gritos, o seguinte: “Vocês não podem reprovar o meu filho. Vocês não estão entendendo. Meu filho é um príncipe.” Passa Palavra




Fonte: Passapalavra.info