Julho 17, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
251 visualizações


FAMILIARES E AMIGOS LEMBRARÃO O HISTÓRICO ANARQUISTA QUE MORREU EM 18 DE JULHO DO ANO PASSADO

Por Javier Encinas | 16/07/2021

Amigos e familiares de Lucio Urtubia Jiménez prestarão homenagem neste sábado ao histórico anarquista que deveria ser realizada em 17 de outubro de 2020, mas que teve que ser adiada devido às restrições impostas na época por causa da Covid. O evento começa ao meio-dia no Parque Romero em Cascante, a cidade onde ele nasceu em 18 de fevereiro de 1931.

A homenagem quase coincide com o primeiro aniversário de sua morte, pois ele morreu em 18 de julho de 2020 com a idade de 89 anos em Paris, a capital onde viveu depois de desertar do serviço militar em 1954.

UM RETRATO DE SUA VIDA

A ideia dos organizadores deste evento é dar um retrato de sua vida através de breves testemunhos de pessoas que tiveram um relacionamento com Urtubia. O objetivo é rever, em pouco mais de uma hora, sua trajetória humana.

A homenagem, que será apresentada pelo advogado Pepe Uruñuela, será aberta com intervenções dos residentes de Cascante e Paris. A seguir, a voz da artista interdisciplinar Esther Ferrer, vencedora do Prêmio Nacional de Artes Plásticas da Espanha em 2008, através de um áudio que ela preparou para a ocasião.

Em seguida, Eduardo Córdoba e Patxi Tuñón, que conheceram Urtubia na denominada Comuna de Louise Michel em Paris, falarão, assim como representantes do Comitê de Apoio aos Presos, do mundo do anarquismo e da solidariedade. José Mari Esparza, da editora Txalaparta, com a qual Urtubia publicou seus dois livros, e Mikel Santos Belatz, autor do quadrinhos El tesoro de Lucio, também estarão presentes.

José María Goenaga e Aitor Arregi, os cineastas que em 2007 repassaram a vida de Urtubia no documentário intitulado Lucio, também estarão presentes.

Os organizadores também estão esperando uma apresentação musical de La Chula Potra.

O evento será realizado a uma distância segura, e pelo menos 200 cadeiras serão montadas para que possa ser seguido com conforto.

Conhecido como o Robin Hood basco por liderar um esquema que roubou cerca de 20 milhões de dólares do First National City Bank falsificando cheques de viagem, Urtubia desertou do exército em 1954 quando estava fazendo seu serviço militar. A partir daí, ele se estabeleceu em Paris, onde entrou em contato com anarquistas e intelectuais como Albert Camus e André Breton, casou-se e teve uma filha.

Fonte: https://www.noticiasdenavarra.com/actualidad/politica/2021/07/16/cascante-acoge-sabado-homenaje-lucio/1165216.html

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/07/05/pais-basco-friki-films-e-editorial-txalaparta-se-unem-para-levar-a-vida-do-anarquista-lucio-urtubia-a-televisao/

agência de notícias anarquistas-ana

Algo de dança
nas algas,
quase canção dos corais.

Yeda Prates Bernis

 




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org