Abril 28, 2021
Do Reporter Popular
245 visualizações


Na última terça-feira (27/04) por volta das 15 horas foram registradas cenas de truculência em ação conjunta realizada pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Brigada Militar, Brigada Ambiental, Guarda Municipal, Bombeiros e CEE, na Unidade de Triagem Sepé Tiaraju (contratada pelo DMLU) e a Associação Socioambiental irmão Cecchim (conveniada ao DMLU) no bairro Navegantes.

O que seria uma fiscalização técnica de rotina se tornou uma ação truculenta, com cerca de 10 agentes inclusive com armas de grosso calibre em mãos ( fuzis) na frente de uma criança de colo sendo amamentada. Trabalhadoras relatam um verdadeiro interrogatório, ao se sentirem sendo “tratadas como bandidos”, com a verificação de placas e IPVA, assim como perguntas descabidas por parte dos agentes ao perguntarem se ali alguém havia antecedentes criminais, “para o seu próprio bem”

Os agentes mostram seu desconhecimento a tratar a cooperativa como empresa privada, mesmo com os boletos da licença pagos, a Unidade de Triagem foi autuada por crime ambiental, por ainda não ter a licença em mãos. Trabalhadoras relatam a incerteza de voltar a trabalhar com medo de represálias.

Você pode conferir a nota da CEAR Sepé Tiaraju clicando aqui.




Fonte: Reporterpopular.com.br