Maio 2, 2021
Do Anarkio
276 visualizações


Luta contra a exploração e Luto pela morte de trabalhadores e trabalhadoras que tombaram por uma nova sociedade!

O Primeiro de Maio, além de lembrar dos anarquistas mortos nas manifestações pela redução das horas de trabalho de 1886 nos Estado Unidos, queremos reafirmar que o dia não é para realizar festas e sim de Luto e Luta!

Mais uma vez, não faltam ilustrações e fatos para refletir sobre nossa realidade brasileira de exploração das pessoas poderosas e seus grupos, e da ganância das pessoas reformistas do Estado. Nestes dias sombrios de milhares de mortes, liderada pela gestão do “capitão presidente” de apoio ao COVID-19 pela contaminação e morte em larga escala pelo não uso de medidas cientificas de proteção. Somam-se a isso ações para apoiar o empresariado e empurrar de vez as pessoas trabalhadoras para piores condições de trabalho sobre a ameaça de uma contaminação mortal.

Os avanços para ampliação das perdas de direitos trabalhistas estão de vento em polpa na gestão do “messias presidente”, que desmonta sistematicamente toda a estrutura relacionada ao controle das relações de trabalho no Brasil. Soma-se a politica econômica desastrosa da pessoa ministra da economia, disparou o dólar e todas as pessoas trabalhadoras estão pagando muito mais caro itens básicos de alimentação em plena pandemia. Os preços gerais das mercadorias no Brasil estão subindo demais e não nenhuma perspectiva de reajustes salariais para as pessoas trabalhadoras para repor essas perdas. Os sindicatos que deveriam representar a indignação geral de todas as pessoas trabalhadoras, estão calados, aguardando sabe-se lá o que.

Para resolver esse problema é necessário nossa organização direta e legitima!

Organização horizontal, sem líderes que almejem uma vaga nas próximas eleições de vereador, deputado, senador, prefeito, governador, presidência da república. Isso mesmo, pensou certo, NÃO precisamos de políticos e seus partidos! Precisamos da autogestão para construir uma nova sociedade sem pessoas exploradoras, sem patronais, sem pessoas políticas, sem partidos. E o que é a autogestão? É a proposta de organização social em que podemos (já hoje e não amanhã) comandar nossas vidas, nossa rua, o bairro, a favela e a cidade, onde trabalhamos, junto com nossas iguais. Organizadas sabemos o que é necessário produzir, tanto para as necessidades que garantam nosso bem estar, conforto e segurança como as nossas necessidade de alimentação. Organizadas decidimos tudo em processos horizontais e não verticais. Você já pensou o quanto de tudo que é produzido é desperdiçado? Desde alimentos básicos até roupas são desperdiçados para manter a ganância e a fome, com isso escravas de um salário miserável.

Sozinhas somos impotentes mas juntas e organizadas concretizaremos uma nova sociedade sem partidos, sem patrões, onde todos crescem juntas e ninguém passa fome!

Viva o Primeiro de Maio, Dia de Luto e Luta!!!

Share this…
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterEmail this to someonePin on Pinterest0



Fonte: Anarkio.net