Março 2, 2021
Do Reporter Popular
203 visualizações


Rodrigo Andrade era coordenador de escola, e trabalhava presencialmente. Sindicato denuncia 1730 casos de covid-19 no ensino estadual

Aos 39 anos, o professor Rodrigo Andrade morreu após contrair a covid-19, depois do retorno às aulas na rede estadual de ensino de São Paulo. Rodrigo era coordenador na escola Odair Pacheco Pedroso, na cidade de Cotia, na Grande São Paulo, e trabalhou presencialmente até terça-feira passada, dia 23/2, quando começou a sentir os sintomas.

Segundo a subsede de Cotia da Apeoesp, o sindicato dos professores da rede estadual, a escola já teve vários casos de pessoas que testaram positivo, mas mesmo assim, segue funcionando com aulas presenciais.

Por conta da situação da covid-19 no estado, com alto número de internações e mortes, os educadores reivindicam a suspensão das aulas presenciais em todo o estado, por falta de condições seguras. O sindicato vem registrando diariamente os casos nas escolas. Até o momento são 1.730 casos em 803 escolas.

Nesta terça, o estado de São Paulo registrou 468 mortes nas últimas 24 horas. O total de óbitos chegou a 60 mil desde o início da pandemia no estado. Algumas cidades já vêm adotando medidas mais duras, como toque de recolher, por conta da situação de colapso.

Homenagem

Nesta quarta, às 18h, o professor Rodrigo Andrade será homenageado em um ato simbólico em defesa da vida, organizado pela Apeoesp, em frente à escola. De acordo com o sindicato, a manifestação será pequena, sem aglomeração e com distanciamento, e sairá em carreata até a prefeitura de Cotia.




Fonte: Reporterpopular.com.br