Maio 4, 2021
Do Reporter Popular
245 visualizações


Por Repórter Popular

Profissionais da educação do município de São Paulo, que mantém greve desde o dia 10 de fevereiro, continuam em luta. Eles têm denunciando as arbitrariedades do retorno às aulas defendidas pelo governador João Doria (PSDB), o Prefeito Bruno Covas (PSDB) e seu secretário de educação, Rossieli Soares, mesmo contrariando especialistas e a Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa greve tem protagonismo da base e omissão da burocracia sindical, que, salvo o Sindsep – Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo, mantém distância dos atos e das ações dos comandos de greves nas comunidades escolares.

Nessa quinta-feira (06/05), às 10hs, os grevistas, por meio do Comando Unificado Pela Base – Município de São Paulo, marcam uma paralisação e ato em frente à Prefeitura de São Paulo, caminhando até a Secretária da Saúde. É importante toda a comunidade escolar e a população ajudarem nessa luta, que se refere à saúde pública da cidade. Vá com máscaras seguras, como a N95, e respeite o distanciamento social.




Fonte: Reporterpopular.com.br