Março 25, 2022
Do Agencia De Noticias Anarquistas
207 visualizações

Na quarta-feira, 9 de março de 2022, a polícia fez uma batida na ocupação Bublina em Praga e conduziu uma busca. Quatro pessoas, um cachorro e um gato estavam no local e na área no momento da batida. A unidade armada da polícia arrombou várias portas, mas não feriu as pessoas e ninguém recebeu acusações. O mandado foi aprovado pelos tribunais sob a suspeita de que uma das pessoas presentes na ocupação tinha tomado ações violentas contra uma autoridade pública e também por danos a propriedade privada. A batida supostamente intencionava recolher provas seguras dessas ocorrências. Durante a busca, que levou muitas horas, computadores, celulares, documentos, uma pistola de gás e tintas em spray foram confiscadas. A polícia então se retirou do local e deixou a ocupação sem supervisão. Foi então reocupada.

As suspeitas levantadas no protocolo têm relação a vários protestos que aconteceram no ano passado. Os protestos foram contra a repressão policial brutal na qual Stanislav Tomáš faleceu após policiais forçaram-lhe ao chão e ajoelharam-se próximo ao seu pescoço por vários minutos.

O primeiro evento investigado foi a queima da barricada próxima a um encontro público em 26 de junho de 2021. O segundo evento foi uma explosão e incêndio nos arredores de Teplice (região norte mais pobre de Bohimia) em 12 de julho de 2021. O terceiro evento investigado foi o envio de um e-mail com ameaças sobre a suposta colocação de artefatos incendiários na delegacia de Teplice e na sede da Agrofert (empresa de Adrej Babiš que era um primeiro-ministro tcheco na época).

A polícia tcheca assediou muitas pessoas nos últimos anos e as acusaram de atividades similares. Por exemplo, os casos Phoenix I e Phoenix II. Esses casos não se sustentaram nos tribunais porque os investigadores geralmente não tinham evidências para provar suas acusações. Mesmo desta vez não basearam suas suspeitas em algo além de especulação. A “prova” é para ser, por exemplo, que o suspeito, como o perpetrador, usa as plataformas publicamente disponíveis riseup.net e noblogs.org. Uma outra “prova” é para ser uma correspondência de altura, ou duas letras similares em um cartaz pintado com spray na rua e uma tatuagem na perna de um dos suspeitos. O mais ridículo é que a maior pista é a presença do suspeito no encontro público de Teplice no dia 26 de junho, quando a barricada fora incendiada.

Parece que a falha dos últimos casos não ajudou a polícia tcheca a refletir sobre sua própria estupidez. Estão provavelmente seguindo a estratégia: da última vez tínhamos nada e não funcionou, mas, se desta vez tivermos ainda menos, com alguma esperança vai funcionar.

Se você quiser demonstrar seu apoio, escreva ao e-mail (bublina @ riseup.net).

bublina.noblogs.org

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/10/02/republica-tcheca-o-que-bublina-e-e-o-que-ela-nao-e/

Tradução > Sky

agência de notícias anarquistas-ana

Sobre verde imenso
um ponto saltitante
pássaro cantante

Winston



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org