Julho 13, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
268 visualizações


ALERTA, CAMARADAS! Possibilidade de nova condenação em breve!

Há exatos sete anos (12 de julho de 2014), às vésperas da final da Copa do Mundo, a justiça do Rio de Janeiro expedia mandatos de prisão de 23 lutadores. Eram perseguidos pelo Estado por lutar pelos direito do povo: direito a moradia, contra as remoções de favelas e ocupações, contra a violência policial e a farsa das UPPS. Cadê o Amarildo?! Por saúde, educação em meio a farra da FIFA e das empreiteiras e dos gastos da Copa do Mundo de 2014.

De lá para cá foram anos de prisões, perseguições, cerceamento do direito de manifestação e de restrições do seu direito de locomoção. Mesmo a História dando razão a esses manifestantes (prisão de Sérgio Cabral e de membros da alta cúpula da FIFA e a descredibilização total das UPPs ) ESSA FARSA PROCESSUAL PERMANECE!

O processo dos 23 foi um processo de criminalização para tentar acuar todos que lutam, montado à partir da criminalização desse grupo de lutadores (sindicalistas, estudantes, jornalistas, trabalhadores de diversas categorias), mas como um recado mais amplo a todos que lutam. Porém, esse processo foi sendo desmontado e desmoralizado (queriam prender o finado Bakunin!) no decorrer desses anos com muita luta. Contudo, sabemos que o poder judiciário não é neutro, mas um instrumento de dominação de classe.

Deste modo, mesmo com toda demonstração de diversas inconsistências processuais, de diversos arbítrios, o processo continua! Sendo fundamental divulgar essa informações afim de manter a companheirada mobilizada para a possibilidade de novos arbítrios e perseguições.

Sendo assim, embora alguns companheiros acreditem que o processo dos 23 acabou, justamente por este ter ficado um bom tempo sem evidência na mídia e na pauta dos movimentos, infelizmente a realidade é bem outra. Na prática, embora respondam o processo em liberdade, todos e todas estão CONDENADOS EM PRIMEIRA INSTÂNCIA pela 27ª Vara Criminal, a maioria a SETE ANOS E MEIO DE PRISÃO EM REGIME FECHADO. O processo recentemente subiu para segunda instância onde (provavelmente muito em breve!) será avaliado pela Sétima Câmara Criminal, onde essa condenação absurda será reavaliada, podendo ser mantida ou não.

Sendo assim, não podemos desmobilizar! Se faz necessário, as vésperas de uma possível nova sentença condenatória, um processo de divulgação intensa que deixe todas e todos que lutam em alerta! De mesmo modo, nos solidarizamos a todas e todos que lutam e são criminalizados, como Matheus que neste exato momento encontra-se preso por se manifestar contra o genocídio do governo Bolsonaro no dia 3 de julho em São Paulo. Matheus, sua luta também é nossa luta!

Deste modo, NENHUM PASSO ATRÁS! É HORA DE LUTAR POR TODAS E TODOS QUE LUTAM!

LIBERDADE PARA OS 23! LIBERDADE PARA MATHEUS!

NÃO É SÓ PELOS 23! É POR TODOS QUE LUTAM!

Organização Anarquista Terra e Liberdade (OATL)

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2014/07/29/rio-de-janeiro-nota-da-organizacao-anarquista-terra-e-liberdade-sobre-as-prisoes-dxs-lutadorxs-e-as-perseguicoes-politicas/

agência de notícias anarquistas-ana

olhar vadio
sem a pressa das horas
pousa na rosa

Sandra Santos




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org