321 visualizações


• Ilya Romanov precisa de apoio para reabilitação

Ilya Romanov é um ativista do movimento anarquista desde 1987. Ele foi condenado à prisão duas vezes, por 10 anos na Ucrânia nos anos 2000 e 7 anos na Rússia na última década. Em 2019, ele quase morreu em consequência de uma hemorragia cerebral. Devido à demora na intervenção médica, ele perdeu a capacidade de movimentar o lado direito do corpo.

Sua ex-esposa conseguiu liberá-lo por motivos de saúde em abril de 2020. Com a ajuda de amigos, parentes, arrecadação de fundos e um caso de sucesso no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos contra a Ucrânia (apresentado em 2005, resolvido em 2020) Romanov recebeu reabilitação e assistência médica, mas ainda está incapacitado. A sua pensão é de cerca de 90 euros por mês. Ilya consegue andar com a ajuda de um ajudante e consegue usar uma prótese (perdeu uma das mãos em uma explosão, a outra está paralisada).

Ilya necessita de cuidados constantes, que não podem ser prestados por sua família, e as instituições sociais não oferecem a opção de residência permanente.

Você pode apoiar a família de Ilya Romanov por meio da conta do PayPal da ABC Moscou:

 https://wiki.avtonom.org/en/index.php/Donate

• Yegor Lesnykh teve negada sua liberdade condicional

Yegor Lesnykh é um antifascista, ativista dos direitos dos animais e membro ativo da comunidade radical em Volzhk (na área metropolitana de Volgogrado, ex-Stalingrado).

Yegor participou da manifestação contra a fraude eleitoral no dia 27 de julho de 2019 em Moscou. A polícia agrediu a manifestação e o promotor alegou que Yegor agrediu a polícia ao tentar soltar outro manifestante. Em dezembro de 2019, ele foi condenado a 3 anos de prisão.

Em 30 de janeiro de 2021, Yegor obteve liberdade condicional pelo tribunal local na região de Volgogrado, pois havia sido um prisioneiro modelo sem uma única sanção. No entanto, o promotor apelou da decisão e falsificou um relatório disciplinar alegando que Yegor havia violado as instruções sobre roupas em novembro anterior.

É possível que Yegor tenha que cumprir sua sentença completa. Você pode apoiá-lo com cartas:

Lesnykh Yegor Sergeevich, 1984 g.r.
FKU KP-21 UFSIN Rossii po Volgogradskoy oblasti
ul. Promyshlennaya d. 24
Volgogradskaya oblast g. Leninsk. 
404621 Rússia

Observe que os campos de prisioneiros russos raramente aceitam cartas escritas em inglês, mas você pode usar o google tradutor ou outros programas de tradução, ou enviar apenas fotos.

• Ilya Shakurskiy passou 27 dias no buraco

Ilya Shakurskiy é um dos prisioneiros na fabricada “Penza-St”. Caso de terrorismo de Petersburgo. Ele está cumprindo pena na república de Mordoviya, famosa por seus campos de prisioneiros desde os tempos soviéticos.

Em abril e maio, Shakurskiy foi mandado para o buraco (regime de isolamento) por 27 dias no total por violações forjadas, sendo as verdadeiras razões sua recusa em ser interrogado pelo FSB sem seu advogado.

Você pode escrever para Ilay Shakurskiy na prisão:

Ilya Aleksandrovich Shakurskiy 1996 gr
FKU IK-17 UFSIN Rossii po Respublike Mordoviya ul.
Lesnaya d. 3 Rayon Zubovo-Polyanskiy, p.
Ozernyi 431161 Respublika Mordoviya Rússia

Observe que os campos de prisioneiros russos raramente aceitam cartas escritas em inglês, mas você pode usar o google tradutor ou outros programas de tradução, ou enviar apenas fotos.

• Kirill Kuzminkin recebe sentença profabacional

Kirill, então com 14 anos, foi preso em Moscou em novembro de 2018 após o atentado suicida cometido pelo anarquista Zhlobitskiy em Arkhangelsk, no qual três oficiais do FSB ficaram feridos. Kirill estava em contato com Zhlobitskiy e foi encarregado da preparação e armazenamento de explosivos. Ele estava esperando por seu julgamento em prisão domiciliar.

Em 9 de abril de 2021, ele foi condenado a uma sentença de prova de dois anos e 3 meses e uma multa de 10.000 rublos (cerca de 135 dólares americanos). Kuzminkin planeja apelar da sentença.

• Nikita Uvarov é libertado enquanto aguarda o julgamento

Nikita Uvarov foi preso no ano passado, quando tinha apenas 14 anos, na cidade de Kansk, na Sibéria, acusado de estudar e fazer pesquisas para realizar um ataque terrorista. Uvarov foi finalmente libertado enquanto aguardava julgamento em 5 de maio. Ele não foi condenado a ficar em prisão domiciliar.

O co-réu de Nikita, Denis Mikhaylenko, de 15 anos, está atualmente na prisão. Você pode apoiá-lo escrevendo para

Mikhaylenko Denis Sergeevich 2005 g.r
SIZO-5, g. Kansk, ul. Kaytyminskaya 122,
663600 Krasnoyarskiy kray, Rússia

Observe que os campos de prisioneiros russos raramente aceitam cartas escritas em inglês, mas você pode usar o google tradutor ou outros programas de tradução, ou enviar apenas fotos.

Todos os endereços de prisioneiros que atualmente apoiamos na Rússia estão atualizados, conferir aqui:

https: //wiki.avtonom.org/en/index.php/Category: Currently_imprisoned_in_R…

Cruz Negra Anarquista Moscou

Fonte: https://avtonom.org/en/news/abc-moscow-news-ilya-romanov-needs-support-rehabilitation-yegor-lesnykh-denied-parole-ilya#

Tradução > Da Vinci

agência de notícias anarquistas-ana

A ponte é um pássaro
de certeiro vôo: sua sombra
perdura na lembrança.

Thiago de Mello




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org