Dezembro 7, 2020
Do Agencia De Noticias Anarquistas
222 visualizações


Um sujeito só é revolucionário quando há revoluções o resto do tempo apenas resiste ou provoca” (Jesus Sepúlveda)

No dia 20 de novembro de 2020 aconteceu na cidade de São Carlos (SP) o 15° Vivências Anarquistas coordenado pela companheira H.B.. Agradecemos todas as pessoas que colaboraram e participaram e dispuseram suas liberdades para que o evento acontecesse. Trazemos como forma de agradecimento e ampliação dos contatos um breve relato.

A abertura do evento foi feita com a leitura de carta em homenagem à memória de João Alberto Silveira Freitas assassinado por policiais em uma unidade do Carrefour em Porto Alegre (RS).

O grupo de teatro Essencial Sanca-Brotas apresentou o Manifesto dramático 2020.

Em seguida e em homenagem aos 5 anos das ocupações das escolas secundaristas aconteceu uma roda de conversas feita por estudantes que construíram a resistência na cidade em 2015 e 2016. Relatos poderosos colocaram em discussões temas importantes: sexismo, machismo, capacitismo, relações de opressão e poder interna e externa, entrismo, cooptação de pautas e ações, denunciantes, apoio mútuo, ação direta, consenso, assembleísmo, violência e terror estatal, linhas de apoio, zonas autônomas a defender, solidariedade anarquista, o que é ser anarquista, o que é uma ocupação anarquista, desmontagem e reorganização para continuidade da luta. A conversa encaminhou a possibilidade de publicação de um livro contendo memórias destas ocupas que deverá ser realizado pelas próprias alunas anarquistas. Concluíram com a certeza de que as Ocupas Secundaristas foram uma Vitória enorme colocando novas resistências e a permanente centelha provocadora de que 2015 ainda não acabou.

O evento se encerrou com a inauguração da Biblioteca Anarquista Armando Gomes. A ação direta foi efetivada através de coleta autônoma de livros realizada pelas anarquistas e contou com a enorme e generosa parceria das amizades da Editora Monstro dos Mares que irá integrar a Biblioteca Armando Gomes nas suas remessas mensais de livros da editora. A biblioteca estará na Apeosp (onde ocorreu o evento).

Contamos ainda com o apoio das importantes companheiras do Fagulha Podcast (divulgação do canal e em especial do episódio sobre Anarquismos Negros) e do poeta Cassio Aquino (distribuição de Zines do autor). Também teve distribuições de zines das companheiras da Facção Fictícia; zines e cartazes do Coletivo CrimethInc e livros do antropólogo e anarquista David Graeber editados pela Monstro dos Mares em homenagem à sua memória.

Desejamos que esta semente se espalhe nas fissuras dos ressentimentos.

Anarquia, livros e ocupas!

Ninguém sozinho contra o Estado!

agência de notícias anarquistas-ana

A ponte é um pássaro
de certeiro vôo: sua sombra
perdura na lembrança.

Thiago de Mello




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org